4.10.16

Resenha: A Garota Do Calendário, Março - Audrey Carlan

“Não é egoísta querer estar com a pessoa que você ama.”
Título: A Garota do Calendário, Março
Título Original: Calendar Girl, March
Coleção: A Garota do Calendário #3
Autor(a): Audrey Carlan
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance, Erótico
Páginas: 144 | Editora: Verus | Comprar: Compare e Compre 
Avaliação:

Sinopse
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.
Resenha

Anthony Fasano é herdeiro da rede de restaurantes de comida italiana de sua família. E por ser o único filho homem é o preferidinho da mãe, Mona Fasano, que sonha em vê-lo casado com uma bela moça que lhe daria netos para dar continuidade ao nome Fasano. Mas o que ela nem sonha é que o filho é gay, e inclusive mantém um relacionamento com Hector – advogado dos Fasano’s e quase um filho para a Mona – desde a época da faculdade.

Tony tem medo da reação que Mona e sua família teriam se ele revelasse sua orientação sexual, já que eles são religiosos e bem tradicionais. Além disso, sente que sua vida profissional, tanto no restaurante como na liga em que ele luta, sofrerá com a revelação. Então, é ai que nossa Mia entra em ação; Tony decide contratá-la para se passar por sua noiva por um mês.
“ – Sou Hector Chavez. Parceiro do Anthony.
– Não, este mês você não é. – Anthony riu.”
Mia vai passar esse mês ao lado do casal, e aos poucos conhecê-los mais e mais. Iram compartilhar histórias, momentos e muitas risadas. Mas ela também irá ver de perto como é ter que esconder o que sente, e pior, por tanto tempo. Então Mia decide modificar um pouco seu papel nessa história, tentará mostrar a Tony que a felicidade, o amor e liberdade dele e de Hector valem mais que uma mentira para agradar a mãe. O problema é que Tony ainda tem medo se revelar sua homossexualidade e colocar sua vida profissional e familiar em risco. 
“Era tudo tão deprimente. Dois homens claramente apaixonados sentindo que não podiam ficar juntos por causa da sociedade, família, dos negócios e compromissos. Segurei a mão de Hector por baixo da mesa e apertei.”
***
Amei!!

Janeiro me agradou muitíssimo. Fevereiro me decepcionou. Agora vamos a Março...

Eu tinha dúvidas em como a autora conseguiria manter o ritmo da série, já que o que eu tinha em mente era apenas o que todos diziam ‘‘Ela fica com um cara a cada livro’’, mas vem sendo muito mais que isso. Amei o diferencial desse! Março tomou um rumo diferente, colocando Mia de frente a um casal gay na gaiola do preconceito. Dois homens que se amavam em segredo por conta do medo de não serem bem aceitos na família e na sociedade.

Gostei muito dos personagens desse livro, desde a família italiana, e seu jeito caloroso, aos protagonistas. Sem contar que também temos um pouco da família de Mia, e até conhecemos o agiota a qual seu pai deve. O encontro dela com o pai foi uma cena bonita e que eu ansiava, já que sinto que tem tido muito pouco contato entre ela e sua família, sendo que tudo isso que ela vem fazendo é por eles. 

Como disse, esse mês será um pouco diferente, o casal da vez não é composto por ‘Mia e X cliente’, e sim, ‘Hector e Tony’. Os dois formam aquele casal que faz com que o leitor torça com todas as forças para que fiquem juntos e felizes no final. Os dois são incríveis, cada um de seu jeito. Hector é mais amistoso e doce; Tony um pouco mais sério, mas muito divertido e gentil. Eu me apaixonei completamente pelos dois, sem dúvidas vou sentir falta deles.

Mia continua a mesma, não vi mudança nela. Mas gostei muito de vê-la se preocupando e sendo tão amiga de Tony e Hector. Eles sem dúvidas viraram um turma incrível. E por causa deles, achei essa leitura a mais divertida entre os lidos da série.
“ – Você se intimida fácil...?
– Eu pareço do tipo que se intimida fácil?”
A escrita da autora continua perfeita, flui muitíssimo bem e é rápida. Para mim os pontos mais positivos de A garota do Calendário - Março foi mesmo a diversão e a inserção de assuntos como homossexualidade e preconceito. Março aumentou ainda mais minhas expectativas em relação à série, já que agora estou mais tranquila, pois estou acredito mais no potencial da Audrey para preencher uma série de livro tão grande.

Não posso deixar de dizer o que penso sempre quando estou lendo essa série; apesar dos livros do gênero geralmente não terem muito o que ensinar, quase sempre é apenas uma leitura para descontrair e se divertir, com A Garota do Calendário tem sido diferente. A cada livro Mia aprende coisas novas, que são passadas também ao leitor.
“Amor era amor, e ninguém pode escolher por quem se apaixonar....”
Quando ele iniciou seu trabalho como acompanhante, ao lado de Wes, ela estava certa de que todos os homens eram iguais. Wes provou que não! Alec a ensinou a se deixar amar e amar intensamente. Agora restam vocês, que forem ler, saber qual será a lição de Hector e Tony. 

E para finalizar, em Março também temos uma visita especial de alguém muito querido para os leitores da série; que também foi um dos motivos de eu gostar tanto do livro. Quem será? 

28 comentários

  1. Hey, Catrine!
    Que resenha mais meiga e história mais fofa! Cada vez me convenço mais de que essa série, vale a pena!
    Não tinha o menos interesse nela, porque é hot, mas percebo que vai muito além disso. A cada resenha, minha curiosidade aumenta. Realmente impressionante o que a autora está fazendo, é um projeto bem ambicioso, mas que parece estar dando bons frutos.
    Gostei muito da premissa desse e da sua resenha!
    Mil beijokas!! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre isso acontece comigo! KKKKK Não e interesso por certo livro, mas ao ir conhecendo mais com resenhas e boas críticas, não consigo me segurar.
      Que bom que gostou, obrigada! <3

      Excluir
  2. OI Catrine, tudo bem? Infelizmente essa serie não me conquistou. Já li até Agosto e confesso que só acompanho para saber se a Mia vai ficar com o Wes ( espero que sim hehehe) Para mim os melhores foram Janeiro e Julho, mas não daria 5 estrelas. Mas gosto não se discute né? Algumas pessoas amam a serie e eu respeito muito isso. Bjs
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em uma coisa concordamos, Wes! KKKK Também torço por ele. <333

      Excluir
  3. Oi, mesmo gostando da sua resenha, eu não consegui gostar do livro, dos personagens, da série, na verdade, não me senti cativada pela personagem principal, e nem pelos demais e achei a historia em si sem graça e meio clichê, por isso, não leria.
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Eu tava com certo preconceito com essa série justamente porque me pareceu ser mais em livros diferentes. Vi resenhas de outros meses e não consegui achar o estímulo para ler, mas Março parece legal. Dá pra ler separado?

    As capas da série são lindas, aliás.


    www.cantaremverso.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLha, acredita que pode sim, já que cada livro é uma "história". Inclusive nesse que a história mesmo não é da protagonista da série e sim do casal de Março. :D

      Excluir
  5. Olá!
    Eu li esse livro e amei a história. Saber que a história da Mia não se resume só a sexo me deixou muito feliz. O Tony e e Hector são personagens maravilhosos e me apaixonei por eles também. Já li Abril e agora estou embarcando no mês de Maio.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também ameeei Tony e Hector!! Eles dois são muuuito amor! ❤❤
      Comecei Abril essa semana.

      Excluir
  6. olá, flor. ^^
    Já tinha descoberto esse romance de Anthony em outra resenha que li dessa edição de março... legal que a autora conseguiu subir mais o ritmo da trama, ne? particularmente não lerei pois não gosto do gênero e tô evitando séries longas por falta de tempo, mas achei bacana a autora tratar a questão do preconceito e homossexualidade...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso! :) Amei o fato dela conseguir inserir outros assuntos como esses... ❤

      Excluir
  7. Oi Catrine, tudo bem? Eu não gostei muito dessa serie. A Mia é muito chorona pro meu gosto, apesar das historias serem legais a autora foca muito em sexo sem sentido o que não me agrada muito em um livro. Já li até agosto e estou acompanhando apenas pq quero saber se a Mia vai ficar com o Wes. To torcendo que sim. Ele pra mim é o melhor personagem da Serie. Bjs
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, isso não tem como negar, não?! hahah Wes é o melhooor! ❤

      Excluir
  8. Olá Catrine tudo bem? Primeiro quero dizer que amei seu blog, todo fofo e delicado, parabéns pras duas <3

    Eu estava com vontade de ler esses livros, mas como não sou chegada no romance eu fui adiando, depois vi muitas resenhas negativas da continuação e deixe pra lá, kk pra eu ler uma série todos os livros tem que ser bons se não eu nem começo kkk
    Agora sua resenha me despertou o interesse novamente kkk talvez eu dê uma chance sim!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaa, Jheinis! ❤❤
      então, confesso que até agora só vi resenhas até o mês de Maio, mas estou seguindo confiante de que vai continuar bem. kkkk
      Ah, é bom dar uma chance, quem sabe ele te agrada ;)

      Excluir
  9. Ei, Cat!
    Eu não cheguei a ler nenhum livro desta coleção, mas só pq estou um tanto saturada de eróticos no momento. Como boa aquariana, fujo do modismo. Mas, o 3º livro é bem diferente dos anteriores, o que me agradou um pouco mais. Ainda assim, esperarei a coleção completa estar lançada p ver se tento a leitura. bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nu!❤
      Olha, Março é especial mesmo! Recebeu até minha 5 estrelinhas. haha
      Eu espero que lancem todos logo haha

      Excluir
  10. Oiee Catrine ^^
    Vi que bastante gente se decepcionou com "Fevereiro", amou "Janeiro" e "Março"...haha' Eu ainda não comecei a ler a série, mas estou curiosíssima para conhecer a Mia e o Wes (sempre mencionam e falam super bem dele), e eu tô achando que é ele quem aparece aí...kkk'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOi!
      Fevereiro é único que me decepcionou. KKKKKK
      <3 Olha, acertou! haha

      Excluir
  11. Oiii!!
    Não é o tipo de livro que eu gosto. Eu fujo de livros Hot kkk
    Que bom que vc se surpreendeu com esse livro, eu já tinha lido outras resenhas sobre ele falando também sobre o tema diferente abordado, em relação aos livros anteriores. É tão bom quando lemos algo que realmente nos prende.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Catrine, apesar de algumas pessoas falarem mal desses livros, eu quero ler, achei a autora muito atenciosa, e quero saber como esses livros se desenvolvem, até por que eles são pequenos da para ler tranquilamente. Bjkas e boa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série divide opiniões... felizmente, esta me agradando bastante! ❤ Espero que goste :)

      Excluir
  13. Olá, tenho muita curiosidade em ler essa série... mas justamente por ser uma "série" fico enrolando para começar rsrsrs
    Sua resenha está ótima! Parabéns!!

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se anima ai! haha Espero que curta.
      Obrigada! ❤

      Excluir
  14. Oi Catrine!
    Também estou lendo a série e me surpreendo muito! Achei que seria só mais um hot para a coleção, mas de uma maneira leve, Audrey Carlan consegue tratar de temas bem polêmicos. Sem contar que é muito interessante termos uma protagonista prostituta e que busca viver sua sexualidade plenamente. Pena que isso tem incomodado tanto os leitores machistas e conservadores, kkkkkk
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me abraçaaa! KKKKK Isso mesmo. Mesmo não tendo nada contra livros puro hot, estou amando o fato dela saber como tratar sobre temas polêmicos, e deixar e leitura leve, divertida...

      Excluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Layout por: Adorável Design