20.7.18

Os Bridgertons, de Julia Quinn, será adaptada pela Netiflix!


ESSE MOMENTO É NOSSO, APAIXONADOS POR ROMANCES DE ÉPOCA E PELA FAMÍLIA MAIS LOUCA DA LONDRES DO SÉCULO 19!

Shonda Rhimes (criadora e produtora executiva de Grey's Anatomy) divulgou sua lista de projetos para a Netflix, e entre eles está a adaptação de Os Bridgertons, de Julia Quinn, para uma série original Netflix. A novidade foi divulgada pelo New York Times.


Edição de colecinador de A Rainha Vemelha será lançada no Brasil!

É meu rim que você quer, Seguinte? Pois eu te dou!


A Editora Seguinte divulgou ontem (19) que publicará aqui no Brasil a edição de colecionador de A Rainha Vermelha e enlouqueceu (e empobreceu anteciadamente!) leitores/fãs brasileiros!!! 


Há tempos cobiçavamos e pediamos por essa edição nacional e, finalmente, NOSSO MOMENTO CHEGOU!


E, melhor, nossa edição nacional contará com diferenciais:
• Capa com novo design;
• Encadernação em capa dura com sobrecapa;
• Laterais pintadas de vermelho;
• 5 ilustrações do artista Weberson Santiago;
• Conteúdo inédito que mostra os bastidores da Guarda Escarlate!!!




A edição de colecionador de A Rainha Vermelha estará disponível a partir de 1º de agosto em todas as livrarias, e sua pré-venda começará em breve. O livro também será vendido no estande da editora (F60) na Bienal.

9.7.18

Resenha | Como se casar com um marquês - Julia Quinn (Agentes da Coroa #2)

Título: Como Se Casar Com Um Marquês (Agentes da Coroa #2)
Autor(a): Julia Quinn | Gênero: Romance de Época
Editora: Arqueiro | Páginas: 320| Adicione no Skoob | Avaliação:★★★★★❤
Sinopse: Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss.
Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.
Resenha
E quaaaando Julia Quinn é decepciona???? Exatamente, nunca!

Como se casa com um marquês é o segundo livro da duologia Agentes da Coroa, e conta a história de Elizabeth Hotchkiss e James – ou melhor, o Marquês de Riverdale disfarçado de um pobre administrador.
“Elizabeth sempre o deixava assim, ele percebeu. Se não estava rindo como um bobo, estava furioso. Se não estava furioso, estava dominado pelo desejo. Se não estava dominado pelo desejo...”
Elizabeth era de uma família antiga e respeitada, mas, após a morte de seus pais, tudo desandou. Porém, ela nunca mediu esforços para criar os irmãos e manter a família unida, mesmo que limitados a cultivar nabos – que nem eles gostavam – em uma horta. Por isso, quando ela percebe que está fracassando com seus irmãos, sem dinheiro nem para oferecer a eles uma educação de qualidade, ela decide que precisa se casar, e rápido, com um homem rico. Era sua única opção.


É em uma boa hora, então, que ela encontra, na biblioteca de Lady Dunbury, um livro intitulado Como se casar como uma marquês, que promete ter as respostas que ela precisa para conseguir um bom (rico!!!) marido. O destino parece estar a seu favor (ou não...) quando James, o novo administrador de sua patroa, chega, junto com a oportunidade de testar as dicas contidas no manual. Vai que o livrinho fizesse algum milagre...
“James estava se oferecendo para treiná-la? Para torná-la casável? Ela não sabia por que se sentia surpreendida com isso – afinal, ele nunca dera qualquer indicação... a não ser aquele beijo suave... de que estava interessado nela. Além disso, Elizabeth deixara claro que não se casaria com um administrador sem um tostão.
Então, por que estava tão deprimida como o fato de ele parecer tão ansioso para casá-la com um cavalheiro rico e bem-relacionado? Isso era exatamente o que ela dissera a ele que queria e precisava mais do que tudo.”
Acho maravilhoso como a autora consegue, mesmo com vários clichês, criar histórias emocionantes e muito divertidas. A escrita de Julia Quinn em Como se casar com um marquês segue ótima, muito envolvente, de forma que nos faz querer devorar o livro em apenas um dia. 

Os personagens também me encantaram completamente. O marquês de Riverdale nos foi apresentado no primeiro livro, Como agarrar uma herdeira, em que ele já tinha se mostrado um personagem divertido e sedutor, por isso, já inicie esta leitura gostante dele. Elizabeth também é maravilhosa; forte, espirituosa e dedicada. Lady Dunbury já é nossa velha conhecida, láaa de Os Bridgertons... Quem não adora essa senhorinha de humor ácido?!
“Além do mais, ele não poderia agarrá-la e puxá-la para seus braços quando ela não estivesse
esperando. Por mais tolo que isso pudesse parecer, os beijos dele teriam que permanecer apenas no campo acadêmico. Era a única forma de Elizabeth conseguir sair daquele episódio com a alma intacta.
Quanto ao coração dela... bem, esse provavelmente já era uma causa perdida.”
Eu amooo quando os autores trazem personagens de outras histórias para o livro, por já sermos chegados a eles, já nos sentirmos íntimos por termos acompanhado as histórias deles. Então, é claro, a visita dos protagonistas do livro anterior foi ótima.

Como se casar como uma marquês foi uma leitura deliciosa, me fez rir bastanteee e torcer muito pelo casal protagonista. A cada livro lido da autora, acredito que ela seja a rainha dos romances de época atualmente! 

“Mas no espaço de uma semana a vida dele assumira uma nova direção. Pela primeira vez em mais de um ano ele queria alguma coisa.
Queria alguém.
Queria Elizabeth.
Sentira-se enfeitiçado por ela antes daquela tarde, [...] mas algo muito estranho e mágico acontecera na baia do estábulo quando ele tentara consolá-la.
James se descobrira contando a ela coisas que havia mantido em segredo por anos. E quando todas as palavras já haviam sido derramadas, sentira o vazio que morava em seu peito sendo preenchido. E soube então que não estava enfeitiçado por Elizabeth. Não estava encantado nem obcecado.
Precisava dela.
E sabia que não teria paz até que ela fosse dele, até que conhecesse cada centímetro daquele corpo, cada canto daquela alma. Se aquilo era amor, estava disposto a se entregar de boa vontade.”
Um único ponto negativo que encontrei foi uma fala presente no livro, que envolvia suicídio, e tratou, a meu ver, de forma negativa para o leitor. Algo desnecessário, que eu retiraria, porém, que pode até passar despercebido para alguns leitores.

6.7.18

Resenha | Rotas de Fuga - Nina Spim

Título: Rotas  de Fuga | Autor(a): Nina Spim

Gênero: Literatura Nacional - Romance  | Páginas: 309
AmazonSkoob | Avaliação:★★★★★
Sinopse: Seguir em frente é algo que Hollin ainda está descobrindo como fazer. De volta ao Brasil, depois de uma temporada na Inglaterra, ele precisa se adaptar à realidade de frequentar uma universidade, fazer amigos e conviver com a nova família de seu pai, assim como suavizar sentimentos inquietos de um passado ainda em aberto. Mesmo tão preso ao que o consome, reconhece emoções parecidas em Eleanor, uma colega que não revela muito ao mundo. Cada um com sua história a ser dividida, Hollin e Eleanor entendem que a morte e a vida podem ser aplicadas no amor, na confiança, na liberdade e na esperança. 

5.7.18

Resenha | A Sereia - Kiera Cass

Título: A Sereia | Autor(a): Kiera Cass
Gênero: Literatura Estrangeira - Fantasia | Editora: Seguinte
Páginas: 328| Adicione no Skoob | Avaliação:★★★★★❤
Sinopse: Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.

4.7.18

Resenha | Corte de Névoa e Fúria - Sarah J. Maas

Título: Corte de Névoa e Fúria | Autor(a): Sarah J. Maas
Gênero: Fantasia, Romance | Editora: Galera Record
Páginas: 658| Adicione no Skoob | Avaliação:★★★★★❤
Sinopse: O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.

Layout por: Adorável Design