17.9.17

Resenha | Prometida - Carina Rissi (Perdida #4)

Título: Prometida
Autor(a): Carina Rissi | Coleção: Perdida #4
Gênero: Literatura Nacional - Romance de Época
Páginas: 470 | Editora: Verus | Adicione no Skoob
Avaliação: 
Sinopse: Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas!
Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim.
Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir.
Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos.

13.9.17

Resenha | A Acusada - Patricia Maiolini

Um bilhete, um diário, o que realmente há por trás dos alunos mais populares de um colégio?

Título: A Acusada | Autor(a): Patrícia Maiolini
Gênero: Literatura Nacional - Suspense, investigação
Páginas: 202 | Editora: Editora Sinna | Adicione no Skoob
Sinopse: Aos 17 anos, Marina Moura consegue uma bolsa para realizar seu sonho do intercâmbio em Toronto, Canadá. O que ela não esperava é que fosse obrigada a se enfiar em uma investigação para desvendar um assassinato e, menos ainda, que fosse ser a acusada pelo crime. Todos são suspeitos. Como confiar em alguém? Será mesmo que ela é inocente? Marina conseguirá se livrar da acusação? Ou o assassino será mais esperto? Era para ser o intercâmbio dos sonhos...

8.9.17

Lançamentos da Editora Arqueiro - Setembro/2017


Confira os lançamentos que a Editora Arqueiro traz esse mês para seus leitores!
Como sempre... Um melhor que outro!❤
Veja só:

Título: Romance entre rendas -  As Modistas #4
Autor: Loretta Chase
Sinopse: Que lady Clara Fairfax é dona de uma beleza estonteante, Londres inteira já sabe. Mas a fila de pretendentes que bate à porta de sua casa com propostas de casamento já está irritando a jovem.
Cansada de ser vista apenas como um ornamento, Clara decide afastar-se um pouco da alta sociedade e se dedicar à caridade. Um dia, numa visita a uma obra social, ela depara com uma garota em perigo e pede ajuda ao alto, sombrio e enervante advogado Oliver Radford.
Radford sempre foi avesso à nobreza, mas, para sua surpresa, pode vir a se tornar o próximo duque de Malvern. Embora queira manter sua relação com Clara no campo estritamente profissional, aos poucos ele percebe que ela, além de linda, é inteligente, sensível e corajosa.
E quando a perspectiva de casamento se aproxima, tudo o que Radford pode fazer é tentar não perder a cabeça por Clara. Será que a herdeira mais adorada da sociedade e o solteiro menos acessível de Londres serão vítimas de seus próprios desejos?
Em Romance entre rendas, livro que encerra a série As Modistas, Loretta Chase nos brinda com uma história envolvente e cheia de paixão, com personagens fortes e marcantes.
Título: Como se casar com um marquês - Agentes da Coroa #2
Autor: Julia Quinn
Sinopse: Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquêsna biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss.
Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.
Título: Amor sem medidas - Desejo Proibido #3
Autor: Sophie Jackson
Sinopse: Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos.
Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos.
Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços.
Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?Título: As coisas que fazemos por amor
Autor: Kristin Hannah
ComprarSinopse: Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.
Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.
Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.
Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.
Título: Coluna de Fogo
Autor: Ken Follett
Sinopse: Em 1558, as pedras ancestrais da Catedral de Kingsbridge testemunham o conflito religioso que dilacera a cidade. Enquanto católicos e protestantes lutam pelo poder, a única coisa que Ned Willard deseja é se casar com Margery Fitzgerald. No entanto, quando os dois se veem em lados opostos do conflito, Ned escolhe servir à princesa Elizabeth da Inglaterra.
Assim que Elizabeth ascende ao trono, a Europa inteira se volta contra a Inglaterra e se multiplicam complôs de assassinato, planos de rebelião e tentativas de invasão. Astuta e decidida, a jovem soberana monta o primeiro serviço secreto do país, para descobrir as ameaças com a maior antecedência possível.
Ao longo das turbulentas décadas seguintes, o amor de Ned e Margery não arrefece, mas parece cada vez mais fadado ao fracasso. Enquanto isso, o extremismo religioso cresce, gerando uma onda de violência que se alastra de Edimburgo a Genebra. Protegida por um pequeno e dedicado grupo de talentosos espiões e corajosos agentes secretos, Elizabeth tenta se manter no trono e continuar fiel a seus princípios.
Coluna de fogo é um dos livros mais emocionantes e ambiciosos de Ken Follett, uma história de espiões ambientada no século XVI que vai encantar seus fãs de longa data e servir como o ponto de partida perfeito para quem ainda não conhece seu trabalho.
Título: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
Sinopse: Após uma juventude de rebeldia e bebedeira, John Tyree decidiu dar início a um novo capítulo em sua vida e se alistou no Exército. Um ano depois, agora um novo homem, ele retorna a Wilmington, na Carolina do Norte, para passar um tempo com o velho pai.
Uma tarde, enquanto admira o pôr do sol da pequena cidade litorânea, ele conhece a garota de seus sonhos. Além de ser linda, Savannah é amigável, de sorriso fácil, um exemplo de boa conduta e altruísmo. Curiosamente, esse contraste de personalidades não impede que um sentimento arrebatador nasça entre os dois.
No entanto, John precisa voltar para a Alemanha a fim de concluir o serviço militar. Em nome do amor, Savannah decide esperar por ele, enquanto o jovem soldado promete que, após esse período, vai ficar para sempre ao lado da mulher que conquistou seu coração.
O que nenhum dos dois poderia esperar eram os eventos do 11 de Setembro. Enquanto John entra em combate no Iraque, Savannah precisa reunir forças para superar a dor da distância. Nesse cenário de saudade e incertezas, uma simples carta pode mudar a vida dos dois para sempre.

7.9.17

Resenha | Como Agarrar Uma Herdeira - Julia Quinn (Agentes da Coroa #1)

Título: Como Agarrar Uma Herdeira
Autor(a): Julia Quinn | Coleção: Agentes da Coroa #1
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance de Época
Páginas: 304 | Editora: Editora Arqueiro | Adicione no Skoob
Avaliação: 
Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.

30.8.17

Editora Sinna na Bienal do Rio 2017

Vai para Bienal? 
Antes de montar a agenda confira essa post lindão!
A Editora Sinna estará na Bienal do Rio 2017, confira o calendário:

✎ SESSÃO DE AUTÓGRAFOS:

03/09 - Vilões (12h às 14h)

03/09 - Katerine Grinaldi - 19:30h às 21:30h (estará todos os dias como expositora, porém, neste dia, com uma sessão de autógrafos de seus livros)

06/09 -  O Pior Geminiano - Ludmila Bahia (12h às 14h)
09/09 - A Acusada - Patrícia Maiolini (12h às 14h)

★ OUTROS LIVROS EM EXPOSIÇÃO NO STAND:
O Trono dos Bruxos - Wesley Mendonça 
O Jogo do Enganador - Danilo Queiroz

❀ CONHEÇA OS LIVROS:

    
       

E para você não ficar perdido, está aí a localização do Stand da Sinna juntamente com a Delirium e a Lendari. Aproveitem e anotem na agenda também: Pavilhão Azul, Rua G, estande nº G42.

Para ficar por dentro, acompanhe a editora pelas redes sociais.
 PÁGINA  INSTAGRAM ◊ SITE ◊TWITTER

Resenha | O Executivo e a Periguete - Míddian Meireles

Título: O Executivo e a Periguete Autor(a): Míddian Meireles
Gênero: Literatura Nacional - Romance Erótico
Páginas: 248
Avaliação:
Sinopse: Ava Silva, era uma mulher trabalhadora e determinada, que dividia sua vida entre a produção das suas roupas, sua mãe e seus amados bailes funks. Ela era uma pessoa orgulhosa da vida que tinha, que não havia deixado a saúde frágil da sua mãe e as adversidades da vida de uma mulher da periferia intimidá-la.
Ela já havia sonhado com seu conto de fadas, mas desde que seu namorado a traiu, havia encontrado a melhor pessoa que poderia querer: a si mesmo. Hoje ela vivia como queria, trabalho, farras, pegações e não tinha medo de se assumir uma periguete.
Lorenzo Bernardi, um dos nomes mais influentes que o país já viu e cafajeste assumido, tinha tudo que um homem poderia querer: uma carreira bem sucedida, dinheiro e todas as mulheres que quisesse ter.
Uma confusão faz com que Ava vá parar na prisão e Lorenzo é o “príncipe” que irá libertar a princesa de trás das grades. Mas ele não é um príncipe e ela definitivamente não é uma princesa que precisa ser salva. Essa história de amor poderia ser como outra qualquer, um pouco clichê até. Dois lados opostos. Duas pessoas com vidas e mundos diferentes. Mas definitivamente de clichê não tem nada.
Nessa louca história de amor, Lorenzo e Ava vão mostrar que o amor não pede licença para chegar, ele apenas chega e toma conta de tudo, não adianta lutar.
Surpreenda-se com essa historia e se prepare para dar boas gargalhadas com as loucuras e desventuras desse casal.
Resenha
Estamos acostumados com romances entre um cafajeste e uma mocinha, mas não é esse o caso que veremos em O Executivo e a Periguete. Bem... Lorenzo é o típico mulherengo bem de vida e que tem tudo o que quer, sim. Mas Ava... Ah! “Mocinha” é pouco para caracterizá-la.

Lorenzo Bernardi nunca foi um adepto a relacionamentos, mas sim ao sexo sem compromissos. Para ele, dividir a vida com outra pessoa tomaria de si sua própria liberdade, algo que ele não desejava que acontecesse – seu ego e vaidade nem permitiam que ele pensasse em sua vida girando em torno de outra. Sendo um advogado influente e bem-sucedido, ele preferia usar seu tempo e dinheiro para se divertir como queria e conquistar a mulher que quisesse, sem compromisso algum, apenas para ambos tivessem o que desejassem no momento.

Tudo ia bem com essa sua rotina – de sexo, malhação e diversão. Estava tudo do jeitinho que ele gostava: tinha mais dinheiro do que podia gastar, sossego e mulheres a sua disposição não faltava. Até que... Sua família decide que está na hora dele encontrar uma mulher. Alguém “para casar”. Uma dama sofisticada, inteligente e de família tradicional: uma “bela, recatada e do lar”.

Porém, ninguém esperava pelo que aconteceu. Nem mesmo o próprio Lorenzo. Ele se apaixonou por uma “bela, funkeira e do baile”.

Ava é uma mulher batalhadora, que trabalha duro – fazendo o que ama, moda – na Estilo Ava, onde vende peças exclusivas, que ela mesma cria, para garantir o sustendo dela e de sua mãe, que além de já ter tido um AVC, sofre com várias doenças. Ela é dona de uma personalidade fortíssima e de um enorme amor próprio – após uma péssima experiência com um relacionamento que ela pensava ser o início de seu conto de fadas, ela descobriu uma pessoa incrível, alguém que amava e que merecia seu amor: ela mesma.

O dia ia bem. Mais um dia de labuta. Até que, admirando as vitrines de uma loja de grife como era seu costume – embora quase nunca gostasse dos modelitos –, o que ela vê?! Um vestido lindo. Um que ela gostara, o que não acontecia sempre. Mas esse ela amara, pois sabia de quem era aquela criação. Era um dos modelos que ELA havia criado.

Sim, sim... mas e quando e onde esses dois irão se conhecer?

Na delegacia. Quando nosso sr. Berdardi, vendo aquele espetáculo de mulh... digo, aquela injustiça, decide dar uma ajudinha a Ava, que está quase sendo presa pelo barraco que fez ao perceber que um trabalho seu estava na loja de uma outra.

O Executivo e a Periguete é romance erótico com uma bela dosagem de humor – em vários momentos eu acabava tendo que pausar a leitura por alguns segundos para me recuperar das risadas. O livro é narrado por Ava e Lorenzo, porém, conta também com alguns capítulos extras, narrados por alguns personagens secundários. Mas, claro, os holofotes estão mirados nos protagonistas.

Não gosto de rótulos, mas, Lorenzo é do tipo típico cafajeste que está presente em muitos livros. Isso pode, sim, desagradar alguns leitores, mas outros não, claro. Eu, confesso, o achei bem neutro, apesar de sua intensidade. Talvez porque já li muitos livros com personagens masculinos com esse mesmo perfil e hoje nem chamam mais minha atenção.

Já Ava é uma personagem bem mais marcante e original, tanto por sua língua afiada quanto por sua personalidade forte e acentuada. Seu orgulho pela sua origem e seu amor próprio faz com que ela desperte bem mais atenção que seu companheiro de história. haha E, não poderia deixar de citar, o fato de Ava ser uma funkeira e periguete, com orgulho, a faz uma personagem única – afinal, vemos poucos personagens com tais características.

Essa foi minha primeira experiência com a escrita da Míddian Meireles, mas por ser envolvente e ter me feito rir tanto, não vejo a hora de ler mais de seus livros. A leitura foi bastante agradável, não perfeita, mas boa. No final a história ainda conta com algumas reviravoltas e surpresas que podem agradar ainda mais o leitor – me agradaram. Para quem busca uma leitura rápida, leve e divertida, e que curta romances eróticos indico O Executivo e a Periguete.


18.8.17

Resenha | O Sol Também é Uma Estrela - Nicola Yoon


Título: O Sol Também é Uma Estrela
Autor(a): Nicola Yoon
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance 
Páginas: 288| Editora: Arqueiro | Comprar: Compare e compre
Avaliação:
Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

16.8.17

Resenha | A Prisão do Rei - Victoria Aveyard (A Rainha Vermelha #3)

Título: A Prisão do Rei
Autor(a): Victoria Aveyard | Coleção: A Rainha Vermelha #3#
Gênero: Literatura Estrangeira - Distopia 
Páginas: 553 | Editora: Seguinte | Comprar: Compare e compre
Avaliação:
No terceiro volume da série que já vendeu mais de 250 mil exemplares no Brasil, tudo vai queimar.
Mare Barrow foi capturada e passa os dias presa no palácio, impotente sem seu poder, atormentada por seus erros. Ela está à mercê do garoto por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e traiu. Agora rei, Maven continua com os planos de sua mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta — e de sua prisioneira.
Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante das Pedras Silenciosas, o resto da Guarda Escarlate se organiza, treinando e expandindo. Com a rebelião cada vez mais forte, eles param de agir sob as sombras e se preparam para a guerra. Entre eles está Cal, um prateado em meio aos vermelhos. Incapaz de decidir a que lado dedicar sua lealdade, o príncipe exilado só tem uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta.
Resenha
Porque mesmo eu não li esse livro antes???? Nenhum dos dois livros anteriores me decepcionaram, muito pelo contrário, fizeram com que a série se tornasse uma das minhas preferidas. Inclusive, A Prisão do Rei era um dos dois lançamentos de 2017 que eu mais ansiava. Mas, enrolando e enrolando, passaram-se meses. Até que finalmente eu tomei vergonha na cara e li esse bebê destruidor e maravilhoso!
“Que imagem deve ser essa. Evangeline de prata, eu de vermelho, e o rei de preto entre nós.”
Sacrificando-se para salvar a vida de seus amigos e de sua família, no final de A Espada de Vidro, Mare acabou nas garras de Maven. Aquele por quem um dia nós nos apaixonamos, assim como a própria Mare. O canalha enganou a todos direitinho e agora a menina elétrica vive presa, rodeada por pedra silenciosa – que cala seus poderes, deixando-a totalmente desarmada e fraca – e ás vezes até usando coleira, como um animal.

Porém, mesmo com Mare presa, a guerra continua.
“A Guarda Escarlate não é pacífica, mas não há lugar para paz neste conflito.”
A Guarda Escarlate tem fortalecido graças a determinação e ao esforço, treinando regularmente e mantendo-se focada no seu objetivo: derrotar o regime opressor dos prateados, expandir sua república democrática e salvar a vida dos que amam.
“Eles têm objetivos com altos custos, mas não são prateados. Matam, mas não sem motivo.”
Enquanto isso, apesar de já ter Mare, Maven continua representando bem seu papel. Quem vê o príncipe recebendo todos – até os vermelhos, que sempre foram desprezados pelos prateados – como irmãos e irmãs, sempre com o sorriso no rosto, sem demonstrar um pingo de vergonha ou medo, mal sabe as atrocidades que ele tem em mente e o que já fez. É tudo um plano. Pura farsa. Com objetivos certeiros, mirados na Guarda Escarlate. Em meio aos atos de afeto, o Rei Maven aproveita para infiltrar na mente de todos como ele quer que eles vejam a Guarda: como terroristas, que no final irão perder a guerra. Como se não bastasse, usando Mare não só como um troféu, mas como um fantoche.
“Ele me enganou quando era príncipe, me atraindo para sua armadilha. Agora, estou na prisão do rei. Mas ele também está. Minhas correntes são as Pedras Silenciosas. As dele são a coroa.”
Incógnitas é o que não faltam durante a leitura. Por enquanto, só respondo uma delas. Sim, terá muito derramamento de sangue. Tanto prateado quanto vermelho. 

Mano do céu! Que livro foi esseee?!

Até hoje, não sei qual dos três livros mais me arrebataram. Todos os três alcançaram minhas notas máximas por conta de seus muitos pontos positivos.
“Vi batalhas de prateados antes. São caóticas. Mas essa é pior.”
Dessa vez, não acompanharemos a história somente pelo ponto de vista de Mare (nossa garota elétrica), mas também pelo de Cameron (integrante da Guarda) e de Evangeline (prateada magnetron – que consegue controlar materiais metálicos). Já aqui dou meus parabéns a Victoria Aveyard, não só pela ideia de ter colocado mais pontos de vistas, que facilitou e muito o entendimento e o envolvimento com a leitura, mas também pelas ótimas escolhas das outras personagens. Afinal, sendo narrado apenas por Mare, que estava presa e silenciada no Palacete do Sol, por Maven, a leitura poderia ter se tornado bem maçante. 
“A diferença não é um divisor.”
Apesar de não haver ação em boa parte da história, pelo menos não narrada, A Prisão do Rei é muito envolvente por conta da ansiedade que a história nos vai deixando ao longo das descobertas e questionamentos que vão surgindo. Porém, pode se preparar, pois quando a ação começa pra valer, o coração falta sair pela goela.
“Não estou sangrando desta vez, mas queria estar. Para mostrar a todos o que sou, o que sempre fui. Vermelha. Ferida. Mas viva.”
Os personagens criados pela autora são sensacionaaaais! Tanto que eu preciso de muita calma para não me empolgar ao falar sobre eles. Mesmo os personagens masculinos também serem bem marcantes, eu PRECISO focar nas femininas, pois, sem dúvidas, nunca li um livro com tanta girl power. É tanta determinação, coragem e força que encheram meus olhos de lágrimas em muitos momentos, de tanto orgulho e representatividade que senti. A começar por nossa protagonista, Mare Barrow, que tem se mostrado corajosa e forte desde o primeiro livro. Cameron, que também narra, tem uma garra inspiradora. Até a “vilã” Evangeline entra nessa lista, por ser uma mulher que busca ser dona de si mesma, quando sempre foi moldada para ser a esposa de um rei. Mas Farley, a capitã da Guarda Escarlate, é a mais “rainha da porra toda”! (Desculpem-me, mas eu não me segurei!!!) Ela é magnífica, cheia de personalidade e atitude. Além dessas citadas, há muitas outras que, com  (quase) certeza, irão te conquistar.
“Mas ver os vermelhos, meu povo,aplaudir seu opressor só me enche de pavor.”
Um ponto maravilhoso na série é que não há fuga de temas importantes e interessantes – que é o que acontece às vezes por haver grande foco no romance. Muito pelo contrário. O romance é apaixonante, mas não é de forma alguma o tema principal. Ele está lá, acrescenta algo muuuito positivo, porém, tem uma guerra acontecendo e isso é mais importante no momento.
“Os vermelhos são mantidos na ignorância. Isso nos deixa mais fracos do que já somos. [...]
— Os ignorantes são mais fáceis de controlar.”
Além de nos presentear com personagens incríveis e uma escrita impecável, a autora traz uma enorme carga de críticas sociais, que deixa a história ainda mais rica – e bastante reflexiva. Há críticas explicitas a cerca da desigualdade, do preconceito, dos relacionamentos abusivos etc. Respectivamente, essas são mostradas na contrastante desigualdade entre os vermelhos e os prateados; no preconceito que muitos têm em relação aos sangue-novos (vermelho com poderes – o que antes sabia-se que apenas prateados possuíam) por os considerarem “ERRADOS”; e no relacionamento abusivo entre Maven e Mare, que pode ser visto claramente, embora, infelizmente, possa ser confundido com amor. Entretanto, também há aquelas críticas que estão nas entrelinhas, então, sugiro que, se for realizar essa leitura, expanda seu olhar e mente.
“Aqueles entre vocês que discordam, que acreditam que são melhores, que são deuses, estão errados.”
E tem mais... A dose perfeita fantasia! Com poderes extraordinários e diversos, as cenas de ação são arrebatadoras. Até mesmo as cenas de treinamentos, com suas descrições extasiantes, fazem o sangue do leitor correr mais rápido.
“As faíscas que não consigo controlar totalmente viram bolas de fogo. Cal as transforma em seus próprios chicotes flamejantes, tornando a arena um inferno. Roxo e vermelho se enfrentam, faísca e chama, até que a terra compacta sob nós estremece como um mar tempestuoso e o céu fica preto, numa chuva de raios.”
Já falei demaaais! Chega! Haha

Enfim... A Prisão do Rei foi, para mim, uma leitura maravilhosa! Victoria Aveyard criou, mais uma vez, uma obra surpreendente e altamente envolvente a ponto de fazer com que eu me emocione cada fez que leio “Vamos nos levantar. Vermelhos como a aurora”.

Se me perguntarem nesse momento qual o lançamento mais aguardado por mim, confiante, digo que é o próximo volume dessa série que me fascina a cada livro. 
“Nós nos levantamos contra o poder de Maven Calore e seu trono perverso.”

Design e Desenvolvimento por: Adorável Design