18.8.17

Resenha | O Sol Também é Uma Estrela - Nicola Yoon


Título: O Sol Também é Uma Estrela
Autor(a): Nicola Yoon
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance 
Páginas: 288| Editora: Arqueiro | Comprar: Compare e compre
Avaliação:
Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

16.8.17

Resenha | A Prisão do Rei - Victoria Aveyard (A Rainha Vermelha #3)

Título: A Prisão do Rei
Autor(a): Victoria Aveyard | Coleção: A Rainha Vermelha #3#
Gênero: Literatura Estrangeira - Distopia 
Páginas: 553 | Editora: Seguinte | Comprar: Compare e compre
Avaliação:
No terceiro volume da série que já vendeu mais de 250 mil exemplares no Brasil, tudo vai queimar.
Mare Barrow foi capturada e passa os dias presa no palácio, impotente sem seu poder, atormentada por seus erros. Ela está à mercê do garoto por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e traiu. Agora rei, Maven continua com os planos de sua mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta — e de sua prisioneira.
Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante das Pedras Silenciosas, o resto da Guarda Escarlate se organiza, treinando e expandindo. Com a rebelião cada vez mais forte, eles param de agir sob as sombras e se preparam para a guerra. Entre eles está Cal, um prateado em meio aos vermelhos. Incapaz de decidir a que lado dedicar sua lealdade, o príncipe exilado só tem uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta.
Resenha
Porque mesmo eu não li esse livro antes???? Nenhum dos dois livros anteriores me decepcionaram, muito pelo contrário, fizeram com que a série se tornasse uma das minhas preferidas. Inclusive, A Prisão do Rei era um dos dois lançamentos de 2017 que eu mais ansiava. Mas, enrolando e enrolando, passaram-se meses. Até que finalmente eu tomei vergonha na cara e li esse bebê destruidor e maravilhoso!
“Que imagem deve ser essa. Evangeline de prata, eu de vermelho, e o rei de preto entre nós.”
Sacrificando-se para salvar a vida de seus amigos e de sua família, no final de A Espada de Vidro, Mare acabou nas garras de Maven. Aquele por quem um dia nós nos apaixonamos, assim como a própria Mare. O canalha enganou a todos direitinho e agora a menina elétrica vive presa, rodeada por pedra silenciosa – que cala seus poderes, deixando-a totalmente desarmada e fraca – e ás vezes até usando coleira, como um animal.

Porém, mesmo com Mare presa, a guerra continua.
“A Guarda Escarlate não é pacífica, mas não há lugar para paz neste conflito.”
A Guarda Escarlate tem fortalecido graças a determinação e ao esforço, treinando regularmente e mantendo-se focada no seu objetivo: derrotar o regime opressor dos prateados, expandir sua república democrática e salvar a vida dos que amam.
“Eles têm objetivos com altos custos, mas não são prateados. Matam, mas não sem motivo.”
Enquanto isso, apesar de já ter Mare, Maven continua representando bem seu papel. Quem vê o príncipe recebendo todos – até os vermelhos, que sempre foram desprezados pelos prateados – como irmãos e irmãs, sempre com o sorriso no rosto, sem demonstrar um pingo de vergonha ou medo, mal sabe as atrocidades que ele tem em mente e o que já fez. É tudo um plano. Pura farsa. Com objetivos certeiros, mirados na Guarda Escarlate. Em meio aos atos de afeto, o Rei Maven aproveita para infiltrar na mente de todos como ele quer que eles vejam a Guarda: como terroristas, que no final irão perder a guerra. Como se não bastasse, usando Mare não só como um troféu, mas como um fantoche.
“Ele me enganou quando era príncipe, me atraindo para sua armadilha. Agora, estou na prisão do rei. Mas ele também está. Minhas correntes são as Pedras Silenciosas. As dele são a coroa.”
Incógnitas é o que não faltam durante a leitura. Por enquanto, só respondo uma delas. Sim, terá muito derramamento de sangue. Tanto prateado quanto vermelho. 

Mano do céu! Que livro foi esseee?!

Até hoje, não sei qual dos três livros mais me arrebataram. Todos os três alcançaram minhas notas máximas por conta de seus muitos pontos positivos.
“Vi batalhas de prateados antes. São caóticas. Mas essa é pior.”
Dessa vez, não acompanharemos a história somente pelo ponto de vista de Mare (nossa garota elétrica), mas também pelo de Cameron (integrante da Guarda) e de Evangeline (prateada magnetron – que consegue controlar materiais metálicos). Já aqui dou meus parabéns a Victoria Aveyard, não só pela ideia de ter colocado mais pontos de vistas, que facilitou e muito o entendimento e o envolvimento com a leitura, mas também pelas ótimas escolhas das outras personagens. Afinal, sendo narrado apenas por Mare, que estava presa e silenciada no Palacete do Sol, por Maven, a leitura poderia ter se tornado bem maçante. 
“A diferença não é um divisor.”
Apesar de não haver ação em boa parte da história, pelo menos não narrada, A Prisão do Rei é muito envolvente por conta da ansiedade que a história nos vai deixando ao longo das descobertas e questionamentos que vão surgindo. Porém, pode se preparar, pois quando a ação começa pra valer, o coração falta sair pela goela.
“Não estou sangrando desta vez, mas queria estar. Para mostrar a todos o que sou, o que sempre fui. Vermelha. Ferida. Mas viva.”
Os personagens criados pela autora são sensacionaaaais! Tanto que eu preciso de muita calma para não me empolgar ao falar sobre eles. Mesmo os personagens masculinos também serem bem marcantes, eu PRECISO focar nas femininas, pois, sem dúvidas, nunca li um livro com tanta girl power. É tanta determinação, coragem e força que encheram meus olhos de lágrimas em muitos momentos, de tanto orgulho e representatividade que senti. A começar por nossa protagonista, Mare Barrow, que tem se mostrado corajosa e forte desde o primeiro livro. Cameron, que também narra, tem uma garra inspiradora. Até a “vilã” Evangeline entra nessa lista, por ser uma mulher que busca ser dona de si mesma, quando sempre foi moldada para ser a esposa de um rei. Mas Farley, a capitã da Guarda Escarlate, é a mais “rainha da porra toda”! (Desculpem-me, mas eu não me segurei!!!) Ela é magnífica, cheia de personalidade e atitude. Além dessas citadas, há muitas outras que, com  (quase) certeza, irão te conquistar.
“Mas ver os vermelhos, meu povo,aplaudir seu opressor só me enche de pavor.”
Um ponto maravilhoso na série é que não há fuga de temas importantes e interessantes – que é o que acontece às vezes por haver grande foco no romance. Muito pelo contrário. O romance é apaixonante, mas não é de forma alguma o tema principal. Ele está lá, acrescenta algo muuuito positivo, porém, tem uma guerra acontecendo e isso é mais importante no momento.
“Os vermelhos são mantidos na ignorância. Isso nos deixa mais fracos do que já somos. [...]
— Os ignorantes são mais fáceis de controlar.”
Além de nos presentear com personagens incríveis e uma escrita impecável, a autora traz uma enorme carga de críticas sociais, que deixa a história ainda mais rica – e bastante reflexiva. Há críticas explicitas a cerca da desigualdade, do preconceito, dos relacionamentos abusivos etc. Respectivamente, essas são mostradas na contrastante desigualdade entre os vermelhos e os prateados; no preconceito que muitos têm em relação aos sangue-novos (vermelho com poderes – o que antes sabia-se que apenas prateados possuíam) por os considerarem “ERRADOS”; e no relacionamento abusivo entre Maven e Mare, que pode ser visto claramente, embora, infelizmente, possa ser confundido com amor. Entretanto, também há aquelas críticas que estão nas entrelinhas, então, sugiro que, se for realizar essa leitura, expanda seu olhar e mente.
“Aqueles entre vocês que discordam, que acreditam que são melhores, que são deuses, estão errados.”
E tem mais... A dose perfeita fantasia! Com poderes extraordinários e diversos, as cenas de ação são arrebatadoras. Até mesmo as cenas de treinamentos, com suas descrições extasiantes, fazem o sangue do leitor correr mais rápido.
“As faíscas que não consigo controlar totalmente viram bolas de fogo. Cal as transforma em seus próprios chicotes flamejantes, tornando a arena um inferno. Roxo e vermelho se enfrentam, faísca e chama, até que a terra compacta sob nós estremece como um mar tempestuoso e o céu fica preto, numa chuva de raios.”
Já falei demaaais! Chega! Haha

Enfim... A Prisão do Rei foi, para mim, uma leitura maravilhosa! Victoria Aveyard criou, mais uma vez, uma obra surpreendente e altamente envolvente a ponto de fazer com que eu me emocione cada fez que leio “Vamos nos levantar. Vermelhos como a aurora”.

Se me perguntarem nesse momento qual o lançamento mais aguardado por mim, confiante, digo que é o próximo volume dessa série que me fascina a cada livro. 
“Nós nos levantamos contra o poder de Maven Calore e seu trono perverso.”

13.8.17

Resenha | Italiano Espanho, livro 2 - Mary Oliveira (Duologia Blame #2)

Título: Italiano Espanhol | Autor(a): Mary Oliveira
Coleção: Duologia Blame #2 Gênero: Literatura Nacional - Romance Policial
Páginas: 414| Editora: Amazon | Comprar: Amazon
Avaliação:
Sinopse: Guilhermo nunca imaginou que sua vida, e regras, poderiam mudar tanto. Após abdicar de seu título de playboy espanhol, ele se vê louco pela americana intrépida e única responsável por sua iniciativa de tentar um relacionamento diferente dos quais estava acostumado. E, quando o passado dela decide assombrá-la, ele não mede esforços para proteger a mulher que agora é completamente sua.
A vida de Evangeline não poderia ter dado uma volta maior do que aquela. Ela finalmente realizou o sonho de fechar um contrato com uma empresa multinacional, conheceu um homem bonito e charmoso — com o qual mantém um relacionamento invejável — está mais feliz do que esteve nos últimos sete anos.
Contudo, nem tudo são flores e, com as mudanças, lembranças e um passado não esquecido voltam a perturbá-la. Com a ajuda de seu melhor amigo David, todos os segredos que vêm a atormentando há tanto tempo serão desenterrados. E o pior de tudo, agora sua família também está envolvida.

11.8.17

Resenha | Verdades Sobre Mim - Raíssa Nantes


Título: Verdades Sobre Mim | Autor(a): Raíssa Nantes  
Gênero: Literatura Nacional - Romance, Drama
Páginas: 258| Editora: Publicação Indep. | Comprar: Compre
Avaliação:
Sinopse
Melanie nunca entendeu os motivos pelos quais sua tia a detesta tanto. Levada a acreditar durante dezenove anos que fora abandonada pela própria mãe aventureira, ela busca se libertar do jugo da tia e trilhar seus próprios caminhos. Só não poderia imaginar que a realidade pudesse estar tão perto de mudar e que descobrir toda a verdade sobre si fosse tão cruel quanto perigoso.

9.8.17

Resenha | Segredos de um Coração Indomável - Flávia Cunha

Título: Segredos de um Coração Indomável

Autor(a): Flávia Cunha
Gênero: Literatura Nacional - Romance
Páginas: 111 | Editora: Pub. Independente | Comprar: Amazon
Sinopse: James Passero jurou que se vingaria dos culpados pelo assassinato dos seus pais. E ele gastou cada segundo da sua vida preparando-se para esse momento e tornando-se um campeão dos rodeios e um empresário bem sucedido. Agora, prestes a concluir sua vingança, James vê sua vida mudar ao se envolver com a advogada do seu maior inimigo. Evie Larsson tem uma dívida de gratidão com Beau Keller e por isso aceita viajar para Springville e ser sua advogada. Mas, ela não sabe que faz parte de um plano para envolver e seduzir James Passero, um homem por quem ela está a um passo de se apaixonar. Entre intrigas do presente e revelações do passado, pode o amor superar os obstáculos e desvendar os segredos de um coração indomável?

5.8.17

Semana de Divulgação| Lançamento Atraente & Perigosa (Duologia Trust – Livro 2) – Mary Oliveira

Intenso & Misterioso já era bombando na Amazon, e agora chegou a vez de Atraente & Perigosa o acompanhar nessa caminhada rumo ao sucesso.

É isso ai!!! O segundo volume da Duologia Trust já está na Amazon!

Mas antes de sair correndo adquirir o seu, admire essa capa maravilhosaaaa é a sinopse do livro.

Sinopse:No segundo volume da duologia Trust, Aaron se vê em meio a um inferno maior do que jamais poderia imaginar. Achar que seu único problema era reconquistar a mulher pela qual estava louco e queria, mais que tudo, ao seu lado, fora seu pior erro.
Após a morte de seu pai e a leitura do testamento, ele percebeu que o martírio carregado por todos os Andrade, mesmo depois de tudo, também respingaria em si mesmo. Pois defender sua mãe e irmã não será mais tão fácil quanto fora anteriormente.
Um traficante ameaçador e um engano perigosamente fatal. Uma mulher e um amor que o ódio não pode tolerar.
Aaron será capaz de proteger a quem ama? Ou esta, a partir de agora, será uma realidade irreal e inalcançável?
Compre:
Atraente & Perigosa - Livro II

Leia e deixeuma avaliação sincera sobre o livro na amazon e ganhe um kit de brindes exclusivos da autora! Basta enviar um e-mail com o print da avaliação + seu endereço para o email: autoramaryoliveira@gmail.com

4.8.17

Semana de divulgação | Conheça os protagonistas da duologia Trustda autora Mary Oliveira + Quotes

E a semana de divulgação da duologia Trust continuaaa!

Hoje apresentaremos a vocês os protagonistas dos novos livros da Mary Oliveira e, para ficar ainda melhor, trouxemos alguns quotes de Intenso&Misterioso, primeiro volume da duologia, que já está em pré-venda na Amazon.

Aaron Andrade
Idade: 30 anos
Profissão: Gerente de TI
Objetivo: Manter sua família, e todos a quem ama, em segurança.

Reservado, sexy, intenso e misterioso.

Aaron é um enigma e permanece assim até se ver em um impasse. Quando manter seus segredos passou a significar perder a mulher pela qual estava completamente envolvido, ele preferiu ceder e contar a ela qual parte de seu passado ainda o atormentava. Só não imaginava que também poderia perdê-la ao mantê-la em seu presente.

2.8.17

Resenha | O Último Adeus - Abbi Glines (Rosemary Beach #12)

 Título: O Último Adeus
Autor(a): Abbi Glines | Coleção: Rosemary Beach #12
Gênero: Literatura Estrangeira- New Adult, Romance
Páginas: 224 | Editora: Editora Arqueiro | Comprar: Compare e compre
Avaliação:
Sinopse: River Kipling, mais conhecido como Capitão, está em Rosemary Beach para montar um restaurante de luxo para seu patrão. Dono de um passado sórdido e de um presente misterioso, ele não vê a hora de concluir o trabalho e ir embora da cidade para realizar seu sonho: abrir um negócio próprio à beira-mar num lugar onde ninguém tenha ouvido falar dele.
Mas, quando Capitão conhece Rose Henderson, sua ânsia de partir de repente fica em segundo plano. Há algo na risada dela que é familiar demais, e o modo como ela olha para ele o faz lembrar de alguém importante que perdeu há muito tempo. No entanto, a única coisa que Rose revela é que é uma mãe solteira que trabalha duro para sustentar a filha.
Enquanto tenta desvendar os segredos da linda ruiva de óculos engraçadinhos e curvas estonteantes e entender por que ela mexe tanto com seus sentimentos, Capitão precisa fugir da marcação cerrada de Elle, a ex-namorada que não mede esforços para afastá-lo de Rose. Ao mesmo tempo, tem que encarar os fantasmas de seu passado para se tornar um homem melhor e construir um futuro do qual possa se orgulhar.
Nesta sequência da série Rosemary Beach, Abbi Glines mais uma vez escreve uma narrativa ardente e emocionante. Com personagens verossímeis e heróis imperfeitos, O último adeus fala sobre o inesgotável poder de transformação do amor.

Design e Desenvolvimento por: Adorável Design