28.9.16

Resenha: A Garota Do Calendário, Fevereiro - Audrey Carlan

Título: A Garota do Calendário, Fevereiro
Título Original: Calendar Girl, February
Coleção: A Garota do Calendário #2
Autor(a): Audrey Carlan
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance, Erótico
Páginas: 135 | Editora: Verus | Comprar: Compare e Compre
Avaliação:

Sinopse

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

Resenha

Seu pai deve um milhão á um agiota, e para salvar a vida dele Mia aceitou a proposta de sua tia para trabalhar como acompanhante de luxo em sua empresa. No segundo mês de Mia como acompanhante ela irá servir como musa á um artista francês sensual, Alec Dubois, em Seattle.
“O universo o mesmo um sádico”
Mia assim que chega ao estúdio de seu cliente causa a maior bagunça; mal pisa no local e arruína uma pintura, sofre uma entorse no tornozelo – ao levar um baita tombo sobre a tinta – e tem de usar talas e muletas para se locomover. Após toda essa confusão Mia já começa a pensar no que dizer a sua tia, já que Alec provavelmente não irá mais querer ela como musa para suas pinturas. Mas não, muito pelo contrário, ele se mostra muito atencioso e preocupado com ela. Ou seja, ele não vai dispensá-la...

Janeiro foi um mês tanto quanto divertido ao lado de Wes, mas com Alec tem sido diferente. Não que ela não esteja gostando, mas, muito focado em suas pinturas ele acaba se não dando tanta importância ao resto. Contudo, engana-se quem acha que esse mês não será produtivo. Mia vai aprender coisas – sobre o viver e ama – com o artista francês gostosão, como ela mesma dizia, que vai mudar totalmente sua forma de pensar... 
“A arte deve fazer você sentir alguma coisa. Coisas boas, ruins, felicidade, tristeza, amor, ódio, frio, calor. Tudo o que nós vemos tem relação com um sentimento dentro de nós.” 
Quem leu a resenha anterior sabe que amei o primeiro mês de Mia, assim como seu cliente... Wes! Ainda assim, sabia que por se tratar de 12 volumes ainda viriam muitos amores literários por ai, e claro, iniciei Fevereiro pensando em encontrar outro. Infelizmente não chegou a se tornar um.

Se tem um personagem que não conseguiu me atrai foi Alec. Confesso que nem sei bem dizer o porquê. Ele é bastante charmoso, delicado, romântico e profundo. Mas... Sei lá. Acho que o santo não bateu. (?) Algo que me incomodou bastante foram as falas em francês, que geralmente eram durante o sexo. Isso porque sempre ele tinha que traduzir para Mia. Ah, então se controla e fala na língua dela logo, querido!

Não vou negar que e suas palavras são tocantes – embora algumas delas tenham me feito rir por considerar meio cafoninha. As lições que ele passa à Mia são maravilhosas, acredito elas terão um belo papel nessa jornada dela.
“Um presente de Deus para o mundo. É o que você é. E eu pretendo mostrar a todos a glória desse presente.”
Mia está um pouco diferente em Fevereiro, percebi que sua personalidade forte – que tanto me conquistou – não está mais tão presente. Mas já seu lado safado... Nossa senhora, pra que esse fogo todo! Nunca me incomodei com excesso de cenas de sexo nos livros, mas comecei a achar a obsessão da protagonista um pouco exagerada. Como disse anteriormente, Alec estava muito focado no trabalho, enquanto isso, Mia quase que implorando por sexo. Ela só pensava nisso, sério. Bastava olhar para o Alec e já molhava as calcinhas. 

O ponto mais positivo nele é o que Mia irá aprender com Alec sobre o amor, sobre se deixar amar. Sobre como é bom amar, dar amor e aceitar o amor. Ah, mesmo não gostando do cara... Ele sabia como usar as palavras! 
“Você me ensinou sobre todos os tipos de amor, e a forma com você pensa é especial. Vai ficar comigo pelo resto da vida.”
Sobre a escrita da autora continua muito boa, flui bem demais da conta. Apesar desse não ter me envolvido tanto, assim como Janeiro li em poucas horas.

Fevereiro me decepcionou, mas sem dúvidas irei continua até o final, porque sou dessas. (Me segurando para não dizer que, inclusive, já li Março, e que ele superou minhas expectativas colocando Fevereiro no chinelo .)

24 comentários:

  1. Tenho que dizer que.... tenho a mesma opinião que você sobre Fevereiro, eu não gostei nem um pouco, na verdade a única coisa que salvou foram as lições que Alec deu a Mia, tirando isso... eu não curti, março e muito legal, muito mesmoooo, e abril também e bom. Adorei a resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso! kkkkk pelo eito não fui a única. As lições que salvaram. Li Março, ameeeeei! ❤

      Excluir
  2. Oie!
    Realmente, nesse segundo a mia está bem safada, daquelas que só pensa em sexo kkkkk Vai aproveitar até último minuto o que está fazendo rsrs Eu estou acompanhando essa série e gostando dos volumes.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito!! hhaahaha Esse francês chega até não ser páreo para ela. também estou gostando bastante.

      Excluir
  3. Oi!
    Já li a série até o mês de Junho e Fevereiro foi o que menos gostei até agora. Também não consegui gostar de Alec, mesmo ele tendo um ou outro bom momento durante a trama. Mas em compensação os meses seguintes são bem mais interessantes, espero que goste mais deles.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber que apenas esse não satisfez, assim não fico com medo dos outros serem piores. haha.

      Excluir
  4. Olá
    Não sou da turma do romance, mas até tinha gostado da premiça do primeiro, mas ao ler a resenha deste mês abandonei qualquer ideia de ler essa série, não é para mim.
    Achei bem legal que você tirou algo de legal desse volume e que isso tenha salvado livro para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos algo tirei de bom dele! haha
      Mas olha, os outros são bem melhores.

      Excluir
  5. Olá
    interessante sua resenha, eu tinha vontade de ler mas no momento estou sem tempo e dando prioridades a outras leituras mas parece uma boa opção para passar o tempo

    Beijos
    https://www.facebook.com/DianaAssuncaoED/videos/1417208881629153/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, é uma série bem fluida, perfeitíssima para passar o tempo e descontrair. <3

      Excluir
  6. Olá,

    Vejo comentários positivos e negativos sobre essa série, contudo a premissa da série no geral me atrai, mas li alguns comentários tão negativos que fiquei com o pé atrás. Mas é tanta publicidade em torno da série, que estou pensando em comprar os três primeiros de uma vez :)

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, tirando esse volume, tenho comentários bem positivos. haha. São livros bem divertidos, escrita ótima... <3

      Excluir
  7. Oi linda,

    Acho que janeiro foi o melhor livro até agora e fiquei bem encabulada com o segundo haha, mas confesso que não estou entusiasmada para ler os demais livros, porque já desgostei da personagem e de alguns pontos do enredo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janeiro é maravilhosooo, e o Wes... <3 Olha, eu não gostei de Fevereiro, mas março já amei. Espero que eu não desgoste. :(

      Excluir
  8. Acho incrivel a galera estar gostando tanto dessa série e a editora estar mandando bem no marketing, mas sei lá... ainda não consigo sentir vontade de ler, na verdade, quanto mais resenhas eu leio, mais eu questiono a necessidade de uma série tão extensa. Que bom que gostou da leitura, ela, infelizmente, não é pra mim.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai do gosto do fregues, opa, leitor... Haha

      Excluir
  9. Olá, ainda não comecei a ler a série , mas pelas várias resenhas que vejo sobre ela, todo mundo não vai muito com a cara desse Alec e diz que esse é um dos volumes mais chatos, irei tirar minha própria conclusão quando ler a série, beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, ele é chatoooo, que bom que pelo menos serviu de algo ensinando coisas boas a Mia. Haha. Isso mesmo, espero que goste!

      Excluir
  10. Oi, Catrine, tudo bem?
    Menina, como essa série virou febre, hein?! Mais um fenômeno editorial
    No entanto, confessoq ue não estou muito animada, não?! Apesar de ficar curiosa ao ler tantas resenhas, não sei se me animo a começar uma série com doze volumes, principalmente em se tratando de uma série erótica. Estou correndo do gênero. rs
    Boa sorte com os dez livros restantes!

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso mesmo - 12 LIVROS! -, torcendo para que o brilhe não diminui nos próximos!

      Excluir
  11. Hello! Tudo bem?
    Achei fevereiro mto ruim, Mia realmente mudou mto no livro 2.
    Super mimada e cheia de chatice, o Alec tb achei meio sem graça. Ainda mais que ja vi o Wes e nao consigo deixar de imaginar a Mia com o Wes e pronto!
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tambéeeemm! Só consigo imaginar com o Wes❤❤❤❤❤

      Excluir
  12. eu tenho esse livro e confesso que eu não gostei muito! é um pouco exagerado! Mesmo assim, gostei da sua resenha sem spoilers!!!! <3

    www.sonhosemtinta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena que ele não te agradou!
      Que bom que gostou da resenha!❤❤

      Excluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Estante Mineira Todos os direitos reservados