6.10.17

Divulgação | Os Amantes das Gerais, de Jacinta de Resende Borges

Quem imagina que só em Verona houve amantes tão infelizes como Romeu e Julieta, ainda não sabe o que aconteceu lá nas Alterosas, antes da metade do século XX?


Uma história de amor quase a la Shakespeare, mas ambientada no Sudeste brasileiro, mais especificamente no Triângulo Mineiro, nas antigas fazendas de gado, nas primeiras décadas do século XX. Matilde e Théo sofrem muito por causa do amor proibido pelo pai da adolescente. Será que eles vencerão a luta? Que importância terá Guto na história?


Sinopse: Ao salvar Matilde do estouro da boiada, Théo jamais imaginou que sua vida mudaria vertiginosamente a partir desse seu gesto. Quando Matilde conseguiu sair daquela caverna tenebrosa pelas mãos de um garboso e experiente cavaleiro, não sabia que estava prestes a conhecer o amor e atrair para si extremos sacrifícios. A rica herdeira e o esforçado tropeiro logo se apaixonaram. Mas, cedo caíram nas malhas de uma infeliz intriga familiar. A força do amor não foi suficiente para remover os obstáculos que impediriam a união dos dois. O namoro mantido em sigilo e vivenciado em toda sua plenitude traria sérias consequências para eles. O casal enamorado seria capaz de desfazer a trama urdida pelo Coronel Joaquim, pai de Matilde? Até quando eles suportariam o peso daquele segredo? Enfim, o romance vivido intensamente nos sertões das Alterosas, nas primeiras décadas do século XX, poderia ser classificado como uma nova versão do amor de Romeu e Julieta? Só o tempo, como senhor da razão, conseguiria aliviar a angústia dos Amantes das Gerais
Maria Jacinta de Resende Borges, nasceu em Perdizes, MG. Viveu em Uberaba durante infância e juventude, estudou nos colégios São Tarcísio e São Judas Tadeu, onde concluiu o curso normal. Iniciou seu trabalho como professora no Grupo Escolar Jacques Gonçalves em 1970. Mora atualmente em Sertãozinho – SP onde deu continuidade ao seu trabalho e, paralelamente, aos seus estudos com os cursos de: Pedagogia, em 1986 – Jaboticabal – SP; Didática para a modernidade, em 1996 – Franca - SP ; Bacharel em Direito, em 2007, na UNIP – Ribeirão Preto – SP; Prestou concurso para Diretor de Escola em 1988, assumindo o cargo em 1992, sendo que passou por várias escolas até a sua aposentadoria, em 2010, na EE Professor Bruno Pieroni , em Sertãozinho –SP.



Nenhum comentário

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade, mas com respeito.❤❤

Layout por: Adorável Design