5.2.17

Resenha | A Máscara do Rei - Francine Cândido

“A paz é a solução para a vida.”
Título: A Máscara do Rei
Coleção: A Máscara do Rei #1
Autor(a): Francine Cândido
Gênero: Literatura Nacional - Fantasia Medieval
Páginas: 227
Editora: Arwen
Comprar: Arwen
Avaliação:
Sinopse
Um país talhado à espada chega ao ápice de uma guerra dinástica. Dois reinos disputam pelo controle da cidade sagrada, mas sua sede por poder levará todos à descobrir que o caminho é mais obscuro do que se imaginava. Da guerra se construiu um império, das cinzas e do sangue se forjou um rei. Na teia da mortalidade, jogar é a única forma de sobreviver, pois nem todas as peças permanecem inteiras no fim.
Um rei que não quer guerra, mas tem de ir para ela. Um rei que quer destruir todos os seus inimigos, por pura glória e rancor. Um príncipe que precisa lutar pela sobrevivência.
Resenha
Após a morte de sua esposa Cassandra, a vida do rei Svern desmoronou, pois ele se odiava por não ter conseguido protegê-la. Porém, não era por isso que o jovem príncipe, Eldon, não conseguia perdoá-lo, mas sim, por outros motivos, como: por ele ter se tornado frio e se afastado dos filhos e do seu povo – que agora, afundado estava na pobreza e fome.
“A guerra mata até mesmo aqueles que não vão para o campo de batalha.”
Eldon passa a ter alguns sonhos, tão reais que pareciam visões do futuro. Nesses seus sonhos ele via a guerra, um campo banhado em sangue e um grande corvo negro. E também via ele como rei. Um rei que faria bem ao seu povo, porém, por pouco tempo, pois morreria ainda jovem. Ele não entende se são visão ou apenas sonhos, mas mesmo assim, sente-se atormentado.
“Em cada volta que a terra dá, a fé deixa de existir. A justiça despareceu do mundo, e a violência toma conta da nação. O mal é o único a reinar em Gan”
O rei Svern é um darastriano, povo que tomou o poder sobre as terras após derrotar os Vulthams. Ainda assim a guerra pelo controle de Gan continua, pois, apesar do rei Auran estar satisfeito, seu povo quer mais, inclusive a parte governada por Svern. Contudo, uma traição muda tudo e Auran se vê forçado a guerrear. A partir daí, a profecia e os sonhos de Eldon começam a fazer sentido.
“Eu não fui destinado a ser apenas um rei. Eu fui destinado a ser um líder para meu povo.”
Francine traz uma história repleta de traições e luta por poder, com uma boa escrita e um enredo rico em detalhes. A escrita da autora é bastante fluída, mas confesso que não me senti envolvida, e a narração está bastante atual para uma fantasia medieval.

Narrado em terceira pessoa, o livro traz vários pontos de vista. Isso me confundiu um pouco, mas não mais do que eu esperava, pois cada capítulo traz o nome do personagem. Falando dos capítulos, algo que gostei bastante foram as frases que cada início de capítulo traz, como se fosse um subtítulo. Cada frase representa bastante os personagens ou a fase, e a maioria são ótimas.
“Há ódio em todos os homens, mas enquanto houver vida haverá uma chance de consertar isso. Alguém sempre pode ser abençoado com amor.”
Muitos personagens são apresentados, seja da realeza, do povo, dos soldados etc. Eldon é meu preferido, claro! Ele é um adolescente gentil e, mesmo com seus 14 anos, mostra-se bastante maduro e inteligente. Logo de início gostei bastante dele, e ele ainda promete que irá surpreender muito. Ao contrário de seu pai, que é puro ego.
“Ele era mais que um menino. Era águia em meio aos pássaros.”
Outro ponto positivo é o fato do livro representar os problemas da sociedade, como a desigualdade social e desigualdade de gênero. Quase sempre, se não sempre, gosto quando livros abordam temas assim, do cotidiano, pois sempre acaba fazendo o leitor refletir e olhar melhor também para sua própria sociedade

Nunca havia lido um livro do gênero, e assim como tenho tentado fazer bastante, me arrisquei e sai da zona de conforto. Porém, apesar de ter gostado bastante de alguns pontos, a leitura não alcançou minhas expectativas. Tentaria ler mais livros ambientados em época medieval para ver se é esse o “problema”, mas, por enquanto, acho que foi isso mesmo, mais o fato de não ter me sentido envolvida.

Contudo, não deixo de indicar o livro para aqueles que gostam de fantasias medievais e tramas com guerras e luta por poder.
“Não posso ter ouro em minha cabeça e comida em meu prato, quando meu povo só com o vento tem de sobreviver.”
Resultado de imagem para a mascara do rei francine candido 

32 comentários:

  1. Oi Catrine, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro ainda, mas achei interessante. Adoro fantasias medievais e, apesar dos problemas que você apontou, acho que vale a pena dar uma chance.
    Obrigada pela dica! Adorei a resenha!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha! :)
      Se você gosta do gênero, vale a pena sim! ❤ Espero que goste.

      Excluir
  2. Olá tudo bem ?
    Eu amei sua resenha muito bem escrita .
    Amo livros de fantasias pode ser qualquer uma , medievais não tenho muito costume mais ficou um vontade de ler este livro .
    Se der vai dar uma olhadinha no meu blog
    https://estantedaisa.wordpress.com/
    Beijos e abraços e muita sorte com seu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha e da dica! ❤❤
      Já vou la visitar. :)

      Excluir
  3. Oi!
    Realmente é difícil sair da zona de conforto, eu mesma luto contra isso, mas é bom mudar, não é mesmo? Faz algum tempo que vejo esse livro por aí, mas nunca li alguma resenha dele e sinceramente? Gostei muito do enredo dele. É o tipo de livro que gosto, então certamente o lerei <3

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Adorei sua resenha!
    O livro traz exatamente o tipo de leitura que estou buscando no momento! Achei a premissa encantadora e atrativa, portanto, vou adiciona-lo agorinha mesmo em meus desejados do Skoob.
    Valeu pela dica, mesmo você tendo algumas ressalvas :(
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Fico feliz.
      Espero que tenha a oportunidade de lê-lo e que goste. ❤

      Excluir
  5. A sua resenha ficou muito boa. Não conhecia o livro e ache interessante que ele trata de assuntos do cotidiano. Também gosto de livros que mostrem de alguma maneira algo que acontece na nossa sociedade, mas o gênero desse livro não me agrada nenhum pouco pouco. Prefiro ficar na minha zona de conforto rs
    Beijos
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! ❤❤
      É muito bom quando isso acontece, sempre gera várias reflexões. :)

      Excluir
  6. Olá Catrine, tudo bem?
    Parabéns pela resenha, ficou bastante fluida e instrutiva.
    Infelizmente não curto muito o gênero por isso vou deixar a dica passar, mas estou seguindo o blog e aguardo novas dicas. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! ❤
      Isso ai! Espero que as próximas indicações te agrade.

      Excluir
  7. Catrine, sou apaixonada por fantasia medieval.
    Tanto que nunca tinha ouvido falar desse livro, mas só pelo que li na sua resenha já fiquei bem curiosa.
    Espero ter a oportunidade de conhecer a obra e a escrita da autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que a obra despertou seu interesse. :)

      Excluir
  8. Estou bem curiosa sobre esse livro, já é a terceira resenha que leio hoje dele é estou ouvindo muitas opinião positivas. Amo um livro com traições e lutas pelo poder. Espero que a leitura me agrade.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  9. Que capa linda é essa? Amei! E adoro leituras medievais, acho o máximo. Essa é a primeira resenha que eu confiro da obra, e já me interessei bastante pelo enredo. Adorei saber sua opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se goste do gênero, há muitas chances de gostar. :)

      Excluir
  10. Oi Catrine, acho ótimo quando saímos de nossa zona de conforto. Como você não está acostumada com este tipo de leitura, pode ser mesmo que a época em questão tenha te atrapalhado um pouco. Eu ainda não li, mas quero.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Catrine, que resenha sensacional!
    Gostei de sua crítica, madura e coerente, talvez, você não tenha apreciado tanto, por está numa forte transição, te acho bem madura pra sua idade e o livro tem um tom juvenil. às vezes, te vendo no face, penso que tem uma velhinha de teu lado, como disse, te acho bastante madura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito MUITO obrigada, Lilian!!! ❤❤❤ Fico muito feliz por saber que tem essa visão sobre mim. Ás vezes me sinto uma velhinha mesmo. khaha

      Excluir
  12. Oi Catrine!
    Gosto de fantasia medieval e fiquei curiosa em conhecer mais desse livro, gostei da premissa e você ter apontado que ele também trás temas do nosso cotidiano, me fez querer ainda mais realizar a leitura.
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Já tinha visto o livro em alguns blogs, mas o gênero não me agrada tanto.
    Que legal que o livro te tirou da zona de conforto apesar de não ter atingido suas expectativas.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom dar uma saidinha dela, né? haha

      Excluir
  14. Olá Catrine! Uma pena que a leitura não atingiu as expectativas, mas é assim, de qualquer forma foi válida para você ter experiência com novas temas e narrativas. A capa chama atenção. Muito boa sua resenha, bjooooo

    ResponderExcluir
  15. Não li muitos livros sobre o tema medieval, mas sou grande fã do gênero. Adorei sua resenha e não conhecia a obra até então. Muito bom quando saímos da zona de conforto e expandimos nossa leitura, mesmo que o livro em questão não tenha atendido suas expectativas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu fiquei bem curiosa para ler esse livro, que de certa maneira me lembrou Game Of Thrones, o que me chamou muito a atenção porque é uma série que gosto muito. Adorei a sua resenha, espero poder ler em breve.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me lembrou um pouco! haha Essa coisa de luta por poder está bemmm presente em GoT.
      Que bom que gostou! :)

      Excluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Estante Mineira Todos os direitos reservados