9.12.16

Resenha: O Despertar do Príncipe - Colleen Houck

“Precisa acreditar que fazer você compartilhar o meu destino nunca foi minha intenção.”
Título: O Despertar do Príncipe
Título Original: Reawakened
Autor(a): Colleen Houck
Coleção: Desuses do Egito
              O Despertar do Príncipe #1
Gênero: Literatura Estrangeira - Fantasia, Romance, Aventura
Páginas: 384
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
ISBN: 978-858-041-436-3
Comprar: Compare e Compre
Avaliação:
Sinopse
Aos 17 anos, Liliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade.
Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem.
Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos.
A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth.
Em O Despertar do Príncipe, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia. Este é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia.
Resenha

Lilliana Young é uma jovem rica que vive em um hotel em Nova Iorque – seus pais compraram toda a cobertura para que eles morassem. Ela recebia uma generosa mesada dos pais, contudo, em troca, deveria sempre tirar notas máximas, comparecer a diversos eventos importantes, ter uma boa imagem etc. Mas, ao menos, isso permitia que ela fosse livre para explorar a cidade.

Seus pais desejavam que ela se formasse em algo que lhe dessem orgulho, mas nada do que eles queriam a interessava. O que ela gostava mesmo era de estudar pessoas do passado, por isso, o Museu Metropolitano de Arte acabou se tornando um dos seus lugares preferidos, pois era perfeito para observar pessoas.

No primeiro dia de suas férias de primavera, ela decide fazer mais uma dessas visitas ao museu. No entanto, ela acaba sendo surpreendida por um cara muito estranho, com roupas egípcia, que falava em um idioma desconhecido. Logo ele revela a ela que ele é um dos três príncipes egípcios que a cada 1000 anos voltam ao mundo dos vivos para completarem a cerimônia, que mantém a humanidade protegida de Seth, o deus do caos.
“O deus Seth exige que três jovens de sangue real sejam sacrificados a ele para lhe servir eternamente na vida após a morte. Caso contrário, ele jura que fará chover destruição sobre todo o Egito.”
Porém, dessa vez, algo está diferente. Primeiro, os outros dois príncipes ainda não despertaram. Segundo, Amon não ressuscitou onde deveria, e pior, havia sido separado de seus vasos canópicos, que continham sua força vital. Por conta disso, estava fraco, e não poderia realizar a cerimônia sozinho. Então, como única opção, com seus fracos poderes, ele se “conecta” a Lilliana.
“Sem você eu seria uma balsa lançada em um mar revolto sem vela nem ancora. Estaria realmente perdido”
Assim, Lily – apelidado dado por Amon –, irá embarcar na aventura mais eletrizante, perigosa, e espetacular de tooooda sua vida para ajudar o príncipe egípcio a encontrar seus irmãos nas areias do Egito e recussitá-los, para que os três, juntos, impedisse que o caos dominasse o mundo.
“Quantas vezes uma garota tem a oportunidade de sair com um príncipe do Egito?”
***
Essa é a minha primeira experiência com a escrita da Colleen Houck, e posso dizer que, sem dúvidas, não será a última. Amei esse livro!

Confesso que tinha certo receio de ler o livro, pois nunca me interessei pela mitologia egípcia, nem nada ligada ao Egito. Mas após várias resenhas positivas, que falavam tão bem sobre tudo, decidi me arriscar. Agora, vejo a imagem de uma pirâmide a já fico toda admirada, pensando na história que li. Quando finalizei a leitura, adivinhem o que fui fazer? Fui pesquisar sobre a cultura egípcia.
“A eternidade é um tempo longo demais para não se ter alguma coisa para lembrar.”
Em O Despertar do Príncipe iremos acompanhar a aventura da jovem Lily e a do príncipe maravilhoso egípcio Amon para salvar a humanidade.
“Há muito mais coisas possíveis do que você pode imaginar, Lily.”
Lilliana é uma garota maravilhosamente diferente de todas as outras da sua classe econômica. O que mais me encantou nela foi o fato de que, apesar de muito rica, ela não é mimada ou metida. Pelo contrário. Ela mostra-se bastante educada, gentil, divertida, altruísta e muito corajosa. 
Nosso príncipe: Ahhh, Amon é apaixonante! Ele também arranca do leitor muitas risadas, principalmente quando se tratava de comida, ou das coisas modernas” que ele não conhecia, como o chuveiro. Já em certos momentos da uma pena dele, pois em suas circunstâncias, ele prefere não criar muito afeto com as pessoas que convive durante o tempo que está desperto. Mas com Lily ali, será difícil. Mais para frente também conhecemos os irmãos de Amon, que apesar de diferentes dele, são tão encantadores quanto ele. Asten mesmo, é o humor em pessoa, opa, em múmia.

Como já disse, me encantei pela mitologia egípcia. É perceptível que tudo aquilo que lemos foi muito bem pesquisado, e claro, passado para o livro da melhor forma possível. A história de Amon, de seus irmãos e seu povo também é muito interessante. A escrita da autora é leve, envolvente e com bastante emoção. Me senti a própria protagonista vivendo toda aquela aventura, só o que faltou foi me sujar de areia. Collen conseguiu me deixar super interessada no tema. Bota interessada nisso! Aliás, esse é o poder dos livros, nos apresentar coisas novas, e fazer com que queiramos conhecer cada vez mais.
“[...]quando somos privados de tudo aquilo que valorizados, finalmente conseguimos ver a verdade.”
Vemos bastante evolução dos personagens. Essa experiência fez com que todos evoluíssem de alguma forma. Que se autoconhecessem, que conhecessem o mundo, seus perigos e suas maravilhas. Lily percebeu o quanto era corajosa e Amon passou a ver sua existência de outra forma.

Não foi algo que me incomodou durante a leitura, mas achei que haveria um pouco mais de romance. Contudo, ao meu ver, esse livro foi mais voltado para o despertar dos príncipes, seus deveres, a mitologia etc. Então, acredito que teremos um pouco mais de romance no segundo livro, Coração de Esfinge, pois é só no final de O Despertar do Príncipe que ele realmente toma forma. Ainda assim, o pouco que teve valeu a pena: doce e lindo.
Amar algo tanto assim seria um golpe cruel do destino para alguém que passa a maior parte da existência na Terra dos Mortos.
O final do livro é magnífico e surpreendente. O epílogo nos traz algumas questões que só nos estimula a continuar com a série, e claro que vou. Se você gosta de mitologia, aventura, fantasia, romance, tem muitas chances de gostar desse livro. Está mais que indicado!
“Amon fazia lembrar tudo o que era quente – um dia de verão na praia misturado a uma brisa tropical, enrolado em um cobertor aquecido.”

26 comentários

  1. Oi Catrine,
    Lembro quando esse livro foi lançado, logo depois do sucesso da trilogia do tigre. Na época fiquei morrendo de vontade de ler os livros da autora, o que não aconteceu até hoje! Ao ler sua resenha fico me perguntando porque estou adiando essas lituras maravilhosas.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Separa um tempinho para ele, ele merece. haha Espero que tenha a oportunidade lê-lo e, que goste tanto quanto eu.

      Excluir
  2. Olá Catrine, tudo bem? Vou ser bem sincera e dizer que esse livro não me conquistou. Já ouvi falar maravilhas dele então talvez o problema seja eu. Na sua resenha uma coisa me interessou a mitologia egípcia. Por enquanto não vou dar inicio a leitura, mas a sua dica está anotada sim. Parabéns amei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena que não se interessou. A mitologia é maravilhosa, foi o que mais amei. <3

      Excluir
  3. Olá, tudo bem? Conheço a Colleen porque sou fã de carteirinha da série dela A Maldição do Tigre. Ainda não li O Despertar do Príncipe pois estou esperando lançar o último livro e ler tudo junto. Que bom que você adorou o livro, e sim os livros dela encaminham para pano de fundo o romance hahaha
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o primeiro que leio dela e já estou apaixonada! hahaha

      Excluir
  4. Oi, ca. Tudo bem?
    Muita gente fala maravilhas da autora, mas eu nunca li nada dela :P mas uma meta para o ano que vem é ler a série do Tigre. Essa eu já tenho. Então se eu curtir, depois posso ler o livro aqui resenhado ahhahah
    Também não tenho um grande interesse na mitologia egípcia, mas concordo com você, os livros são incríveis para nos apresentar novos mundos, novas culturas. Acho que isso é uma das coisas mais legais da literatura. Despertar esse interesse em estudar coisas novas :)
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOI Gi! Bem e você?
      Agora vejo que esses elogios eram verdadeiros! haha
      Como disse, essa é a magia da literatura. ❤❤

      Excluir
  5. Olá, Catrine.
    A capa desse livro é maravilhosa e só tenho lido comentários positivos a respeito. Estou bem ansiosa para realizar a leitura, já que não li nada ainda da autora. Espero não me decepcionar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que curta tanto quanto eu! O conteúdo é tão bom quando a beleza física dele. haha ❤

      Excluir
  6. Mas que resenha mais amor, adorei mesmo
    mais uma fã pro time da coleen, ela é minha autora favorita, te recomendo já que gostou tanto dele, ler também a série da maldição do tire, lá você vai se perder na cultura hindu, e eu adoro esse jeito que a coleen escreve que você realmete se sente dentro da aventura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaa, Gabriela! ❤
      Sem dúvidas vontade não falta! haha Quero muito ler mais livros dela além desses dessa série. Ela sabe como mandar a gente direto para o ambiente que ela escreve. :D

      Excluir
  7. Tenho uma amiga que leu a outra trilogia da autora e amou, então por causa do amor dela por aquela trilogia, já coloquei faz um tempinho essa na minha lista, mas estou evitando comprar livros de série enquanto não concluir algumas aqui em casa e como sou apaixonada pela cultura egípcia, tenho certeza que irei amar!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta certinha! hahah Coloca mesmo, e ainda coloca entre os primeiros. Espero que tenha a oportunidade de lê-lo e, claro, que goste. ❤

      Excluir
  8. Catrine, nunca li nada da autora, mas tenho muita vontade.
    De início eu não me animava em ler essa série, mas com as resenhas super positivas que vi acabei mudando de ideia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por essa minha experiencia, digo que vale a pena mudar de ideia mesmo. haha Gostei bastante dele, e espero que goste também. :)

      Excluir
  9. Oii, tudo?
    quero muito ler esse livro porque desde de que foi lançado a internet toda comenta super bem dele que fico muito curiosa para fazer a leitura.
    Amei o post maravilhoso parabéns.
    Abraços Mary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!
      Eu indico! haha Gostei muito dele.

      Excluir
  10. Olá, eu não conhecia o livro mas achei a capa linda e a sinopse me interessou, agora sua resenha, bem detalhada e cheia de emoção me prendeu. Amo mitologia e confesso que depois que assisti o Filme A Múmia e Uma noite no museu esse tema me encantou demais, sem dúvida vou ler o livro. Parabéns pelas impressões bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Paula!
      Para quem gosta da mitologia egípcia, tenho quase certeza que ira amar O Despertar do Príncipe. ❤

      Excluir
  11. Oi Catrine.

    Sua resenha está ótima ainda mais mencionando sobre a mitologia egípcia. Fiquei curiosa e com muita vontade de conferir a história. Tenho quase certeza que vou amar! Dica super anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kênia! ❤ Fiquei apaixonada na mitologia, vale a pena conhecer. Espero que goste mesmo.

      Excluir
  12. Olá, adorei a resenha, ainda não consegui ler nada da autora...Gosto bastante de mitologia, mas confesso que não sou muito chegada na Egípcia.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!
      Olha, eu também não era chegada nenhum pouco, mas depois de realizar a leitura me apaixonei. ❤

      Excluir
  13. Oi Catrine, ainda não li nada da Colleen Houck e esse livro parece ser bem curioso! Gostei mito da temática, ótima resenha. beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o primeiro livro que leio da autora, e já me apaixonei por sua escrita. A mitologia é maravilhosa! :D
      Obrigada!

      Excluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Layout por: Adorável Design