24.9.16

RESENHA: AMOR SEM LIMITES - ABBI GLINES

PODE CONTER SPOILER DOS LIVROS ANTERIORES
"Quando encontrar seu motivo para viver, agarre-o. Nunca o perca de vista.
Mesmo que isso signifique abrir mão de outros caminhos."
Título: Amor sem Limites
Título Original: Forever Too Far
Coleção: Rosemary Beach - Sem Limites #3
Autor(a): Abbi Glines
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance, New Adult
Páginas: 192
Editora: Arqueiro
Comprar: Compare e Compre (R$9,99)
Avaliação:

Sinopse

Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia. Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível. Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.
Resenha
Trilogia concluída!!! 
Pouco mais de um ano atrás, estava eu "dando umas voltas" pelo Submarino, eis que aparece um certo livro com uma sinopse maravilhosa, e melhor, com um precinho incrível. Até então não sabia que se trata de uma série, muito menos de uma trilogia que faz parte de uma série. Comprei o livro sem pensar duas vezes. Quando ele chegou, o devorei e me apaixonei; no final final, percebi que ele devia ter uma continuação, mas acabou que o tempo foi passando e fui deixando pra depois. 
Felizmente, mesmo que muito tempo depois, continuei, e cá estou eu finalizando a história de Rush e Blaire.

Blaire e Rush estão prestes a se casarem, e se tornarem pais. Tudo anda às mil maravilhas, os dois estão passando por uma fase maravilhosa, apenas curtindo a gravidez e o aumento de hormônios que ela proporcionou, mas como um livro não pode ser baseado apenas nisso, e há leitores sedentos por emoção, algumas coisas irão desestruturar um pouco essa calmaria.
Até então só ouvíamos falar sobre o pai de Rush, o astro do rock Dean Finlay. Até que Dean aparece em Rosemary para pedir a ajuda de Rush. Nan estava vivendo com seu pai e Dean, daí da para imagina o porque eles precisam de ajuda. Quem já leu ao menos um livro da série sabe que Nan é o tipo de pessoa que ninguém merece ter por perto.
"A maldita garota está nos azucrinando. Não temos sossego. Terminamos a turnê há duas semanas e voltamos a Los Angeles para descansar um pouco. Ela apareceu e tudo virou um inferno. [...] Precisamo de ajuda"
E como sempre, Rush vai salvar a pobre  – e megera, arrogante, insuportável  irmãzinha.

***

Nesse volume os nossos protagonistas estão irreconhecíveis em comparação ao primeiro livro. Os hormônios da gravidez mexeram bastante com Blaire. Em Amor Sem Limites, ora ela está muito sensível, ora louca por sexo, ora nervosa... Um turbilhão de emoções! Desde o início o que mais gostei nela foi sua personalidade forte, decidida e  corajosa; mas por compreendê-la, não me decepcionei com ela. 
"Ás lágrimas rolavam pelo meu rosto de novo. Os malditos hormônios da gravidez estavam me transformando em um fonte de vazamento."
Já Rush, apesar de ter se tornado um completo romântico, ainda continua a me decepcionar nos mesmo pontos. Continua sendo um baita de um idiota quando se trata de Nan, ele diz a si mesmo que não irá mais mimar a irmã mas basta ela bater as palmas que ele vai atrás dela correndo, e pior, se esquecendo completamente que tem um noiva  grávida que precisa muito mais dele. Outro ponto que me incomodou foi a implicância dele com as roupas da Blaire, faça me o favor, hem! Essa mania dele de tentar proteger em excesso me dava nos nervos. Mas como sou tão trouxa quanto a Blaire nesse ponto, não tem como não amar esse idiota, pois quando Nan está fora da cúpula dos dois, ele é tão carinhoso, gentil, romântico, sexy e atencioso... Além de sempre manter como maior objetivo fazer Blaire feliz.
"Nada na vida era tão precioso como aquela mulher. Jamais seria. Eu havia encontrado a felicidade."
Outros personagens que vão ter papeis importantes nesse livro são os pais de Rush e Blaire, Dean e Abe. Confesso que quando Dean chegou em Rosemary imaginei que ele seria o "vilão" do livro, mas ele se mostrou muito divertido e já até fazendo perguntas sobre o futuro neto. Um amor! Apesar de Abe já fazer parte da história, houve uma evolução imensa em relação a ele. Até Tentação Sem Limites, livro anterior, víamos ele apenas como "o pai que abandonou a família quando mais precisavam", mas após explicações, reflexões e novos segredos vindo a tona, passei a gostar muito dele.

A narrativa continua maravilhosa, Abbi realmente sabe como prender um leitor em suas palavras. A leitura de Amor Sem Limites, assim como a de todos os outros livros da autora, fluiu muito bem e conseguiu me entreter. Eu não conseguia parar de ler!!!
" – Quanto é tão longe?
– Qualquer distancia é longe. Quero você aqui ao meu lado... para sempre."
Mas apesar de termos muitos pontos positivos, alguns pontos negativos do livro anterior continua. A questão desse livro foi exatamente a mesma de Tentação Sem Limites, as loucuras de Nan e o "destino" tentando separar o casal. Portanto, vejo esse livro mais como uma janela para as outras série  com os outros casais de Rosemary   e uma despedida a Rush e Blaire. 
"Naquele momento, seu aroma doce estava misturado com o do mar. Quis arrancar sua roupa e descobrir se o corpo inteiro dela estava com perfume de oceano."
Ah, não posso me esquecer de falar sobre a música. Nesse livro Rush (Abbi) escreve uma música lindíssima, não tem como não se emocionar quando ele canta para Blaire. Inclusive ela já está na minha playlist e sempre ouço e lembro dos dois. Acredito que vejo o mesmo que Blaire, passa um turbilhão de cenas na mente; desde Blaire chegando a Rosemary, a primeira vez dos dois, a descoberta da gravidez entre outro momentos lindos que os dois passaram.
Ouça:


"Depois de tudo o que enfrentamos, não poderíamos deixar passar. Porque caí de amor, sem limites, por você."
Espero que não tenha ficado confuso! Amo muito a série então tenho que me controlar para conseguir citar os pontos negativos. 
Apesar dos pontos que já citei anteriormente e esses dessa resenha, amei a "série" Sem Limites, assim como seus personagens e trama. Não idealiza um romance perfeito, e sim mostra um romance verdadeiro. Onde a intrigas, muitos problemas e fatores contrários, mas o amor que Blaire e Rush sentiam um pelo outro foi muito mais forte.
Sequencia Rosemary Beach

Sem Limites (Rush e Blaire): Paixão Sem Limites #1
Perfeição (Woods e Della): Estranha Perfeição #1
Chances (Grant e Harlow): A Primeira Chance #1
Mais uma Chace #2

(Bethy e Tripp) Para Sempre Minha [Livro único]

(Mase e Reese): À Sua Espera #1

30 comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Não fazia ideia que esses livros são uma trilogia, eu sempre os vejo em promoção, mas nunca tinha parado sequer para ler a sinopse, mas a história parece ser interessante e cheia de emoções. O protagonista apesar de parecer um estúpido às vezes parece ser legal o acompanhar ao longo dois três livros e essa irmãzinha parece ser insuportável. Vou anotar a dica aqui!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma trilogia dentro de uma série. KKKK. Uma coisa louca, mas ótima!
      O rush é um idiota, mas, nossa, consegue ser maravilhoso. ❤
      A Nas, hm, insuportável.

      Excluir
  2. OI, conheço o livro, mas não é muito meu perfil, abandonei a leitura antes de chegar na metade, não consegui me conectar aos personagens.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Por enquanto só li o primeiro livro da série e gostei bastante.
    Adoro a história de Rush e Blaire. Só acho que irei ficar um tanto incomodada com o Rush, principalmente relacionado a Nan. Me irrito só de pensar. rs
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amooo, eles dois juntos são muito amor! ❤ Olha, me irritei bastante, mas ele toma rumo... KKK

      Excluir
  4. Oiê!
    Acho que já li toda essa trilogia e também me senti muito frustrada com o protagonista da trama! Nossa, o cara é um idiota e a irmã "vaca" que ele tem o faz de gato e sapato! Revoltante. hahahahahaha
    Mas, tirando isso, é um livro divertido e bom passatempo.
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Nan faz dos livros um pesadelos! KKKKK. Mas, vale a pena, não?! ❤

      Excluir
  5. Olá... Já li a trilogia, e gostei bastante, mesmo com os pontos negativos ela ainda se torna uma leitura agradável como passatempo, nos causa um misto de sentimentos... entre risos e raiva, muita raiva da Nan. E quanto a música.... Perfeita! bjs

    ResponderExcluir
  6. Então, de novo hahahaha.

    Não lembro o que escrevi antes, que droga </3
    Lembro de já ter lido resenhar do primeiro livro, mas ele não me cativou tanto. Neste, gostei de a personagem feminina estar grávida (existem poucas grávidas na literatura, né?), mas não gostei do parzinho dela ser um machista idiota. Acho que, pra quem acompanhou desde o início da história, deve sentir as mudanças e o desenvolvimento, né? Que bom que gostou :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, pouquíssimas. Acho que esse foi o segundo que li na vida com personagem grávida. haha
      Dá pra ver as mudanças, principalmente na Blaire.

      Excluir
  7. Olá querida, adorei a resenha...já conhecia a obra, mas confesso que não tenho tanto interesse em conferir.
    Percebi que você gostou bastante da leitura, isso é ótimo!

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  8. Hey, Catrine!
    Final de série é sempre uma coisa louca né? Bate todo tipo de sentimento. A decepção pelos pontos negativos; o desenvolvimento de algo, que não veio; a tristeza por dizer adeus... Aff, haja coração! kkk.
    Mas é lindo quando a gente encerra uma série, mesmo nãos endo perfeita, com essa sensação de dever cumprido e o gostinho de quero mais.
    Eu tinha muito interesse na série, mas comecei a reparar que o enredo não estava diferenciando muito, e a série toda, é muito grande. Daí, desanimei... Mas fico feliz que tenha gostado tanto.
    Mil beijokas e parabéns pela resenha, ficou linda!
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom! haha
      Realmente, não tem bem um diferencial, é bem clichê. ainda assim soube me cativar. kkkk ❤

      Excluir
  9. Oi Catrine,sabe, eu amo essa serie, Já li todos os livros até o ultimo lançamento no exterior que é o da Nan "Up in flames". Mas nesse livro eu realmente odeio o Rush tem momentos que ele me irrita mais que a Nan por ser tão tapado. Sua resenha ta linda. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmete, irrita muuuito! kKKKKK Mima muito a Nan.
      Estu lendo no momento o do Woods. ❤
      Obrigada! ❤❤

      Excluir
  10. Acho que eles poderiam fazer capas tão melhores ): Não curti essa...

    Mas designs à parte, nunca tinha ouvido falar dessa trilogia! Ainda não sei lidar direito com história-do-cotidiano com personagens adultos (e percebi isso porque estou lendo um desses, no momento). Não sei o que ocorre, mas fico incomodada??? Então cá estou imaginando pelo menos o casal principal e a irmã dele como três adolescentes, pra digerir melhor jhnjfnhjf me pareceu um enredo bem legal (apesar desse meu incômodo com adultos, gosto da temática gravidez e as consequências trazidas por ela) e mais ainda pelos personagens não serem perfeitos! Amo quando os defeitos surgem. Eles ficam tão verossímeis!

    Ótima resenha, chuchu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, odeeeeio essas capas. KKKKK. Essa e a de Tentação Sem Limites são as que mais desgosto.
      OLha, confesso que também tenho um pouco disso. kkkkkk. Não vejo ele realmente "adultos".
      Também gosto disso, mostra um pouco da realidade, que nada é perfeito. :)

      Excluir
  11. Já conhecia esse livro pela capa, vi em algum lugar. Boa resenha, mas a obra em si não me apetece.

    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Faz muito tempo que eu estou querendo conhecer essa autora. Mas ela tem tantos livros que eu nunca sei por onde começar. Os enredos dela me parecem maravilhosos e ao mesmo tempo muito cliché.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É clichê sim, mas olha, ainda amo!kkkkk
      A série é meio complicadinho mesmo. São (sub)séries dentro da série. A primeira é Sem Limites, que começa com paixão Sem Limites. ❤

      Excluir
  13. Olá
    gosto muito de romances mas esse não é bem o que curto e que procuro no momento mas sempre ouço comentários da autora e de seus livros e sua resenha está bem legal

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oiii!! Já li outras resenhas sobre essa série, mas confesso que ainda não chamou minha atenção. Percebi que você gostou bastante, é isso que importa. Lógico que nem sempre um livro vai ser perfeito, o que importa é corresponder as nossas expectativas no final.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando superam as expectativas então... ❤❤ haha

      Excluir
  15. Essa série é maravilhosa! Amo o drama entre o casal e a escrita da Abbi! Estou com Para sempre minha aqui em casa e já quero começar a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.... Maravilhosaaa! ❤❤ Estou em A Próxima Chance!

      Excluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade.❤❤

Design e Desenvolvimento por: Adorável Design