13.2.18

Resenha | Quando a Bela Domou a Fera - Eloisa James

Título: Quando a Bela Domou a fera 
Autor(a): Eloisa James
Gênero: Literatura Estrangeira - Romance de Época
Páginas: 320 | Editora: Arqueiro | Adicione no Skoob
Avaliação:
Sinopse: Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.
Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?
Resenha

Linnet está grávida. Este é o assunto do momento. 

Tudo graças à fofoqueira da baronesa Buggins, que a viu sendo beijado pelo príncipe Augusto. A culpa também foi daquele camarão estragado que ela comeu no sarau de lady Brimmer, que a fez vomitar por lá mesmo, num vaso de laranjeira. Ah, e também do vestido. Por que ela não deu uma conferida antes de sair de casa?! O vestido, realmente, a deixava parecendo grávida, nem ela mesma podia negar, e isso foi o que deu certeza à sociedade. 

Linnet está arruinada, e nem havia feito nada para isso! 

Mas há uma salvação! Sua única opção é ir ao País de Gales e conquistar a Fera... digo, o conde de Marchant. Um médico brilhante com temperamento de um demônio. Mas Linnet também será a salvação dele, já que o conde é impotente, e seu pai está desesperado por um herdeiro para dar continuidade ao nome da família. E, bom... supostameeente, Linnet já está vindo com um herdeiro quase pronto.
“Se eu fosse me casar com alguém, Linnet, seria com você.” 
O problema é: Pier, o conde, não tem um pingo de vontade de se casar, mesmo com muita coisa em jogo. Mas a jovem não desiste fácil, muito menos sabendo que essa união será a solução para todos. 


Duas semanas, foi o que Linnet deu a si mesma para garantir que Pier estivesse desesperadamente apaixonado por ela. Tendo herdado a beleza e charme de sua mãe, não seria difícil. Ora, até um príncipe já havia a mantido sob seu cortejo, porque haveria de ser tão complicado seduzir um conde. 
“ — Talvez você devesse se esforçar mais.
— Talvez você devesse se casar comigo.” 
Falou em releitura, eu já colo. Se for releitura de A Bela e a Fera então... Não deixo de ler! E sempre acabo conquistada. Não foi diferente dessa vez. 

Fui fisgada logo no início pela história, ainda nas primeiras páginas. Mal havia começado a leitura e eu já estava apaixonada pela escrita da Eloisa James, que além de muito envolvente, é bastante bem-humorada, com boas doses de ironia e sarcasmo, mas também bem inteligente. 

Por ser uma releitura, principalmente deste conto que já possui vários recontagens, confesso que esperava que não seria realmente surpreendida, porém, fui tombada. Isso, graças principalmente as personalidades presentes neste livro. Pier, apesar de osso duro de roer, tem suas individualidades marcantes: é inteligente, vai direto ao ponto e, mais tarde nos apresenta mais características encantadoras. Linnet é o tipo de personagem linda por completo (interna e externamente). Apesar de ser a mais cobiçada da temporada por sua beleza e charme, ela é mais que isso; ela é uma jovem forte, corajosa, esperta, com auto-estima elevada, gentil, e sabe qual é a beleza que realmente vale.
“Ninguém nunca me disse que estar arruinada era tão divertido.” 
Não apenas os protagonistas, mas também os personagens secundários foram muito bem construídos – independentemente do tamanho e da importância da sua participação na história. Por exemplo, a tia de Linnet é um figura que, mesmo aparecendo pouco, e apenas no início, deixa sua marca. 

Quanto ao romance em si... A autora também foi bem feliz no desenvolvimento do relacionamento entre Pier e Linnet: Fez tudo na medida certa, sem exageros, sem aquele típico amor-louco-intenso-espontâneo. Não foi a toa que, não custou muito para eu começar a torcer pelos dois. 

Quando a Bela Domou a Fera é um livro que irá te envolver (daquela maneira que não permite que o leitor pare de ler enquanto não terminar), fazê-lo rir muitooo, se encantar pelos personagens como se realmente existissem, e ainda te passará várias lições sobre o amor e a beleza verdadeira.  Indico o livro para leitores que curtam romances sensuais, divertidos e que, mesmo apresentando clichês, surpreende.


13 comentários

  1. Olá, Catrine!

    Sua resenha está belíssima e eu não li muito atentamente, pois eu quero ler esse livro e não gosto de saber muito sobre a história, li a sinopse e um pouco do seu texto que está maravilhoso! Eu, particularmente gosto muito do Conto da Bela e a Fera e toda a releitura é bem vinda! Eu acho que a gente tem sim que explorar essa linda história de amor e de superação aos quatro cantos do mundo literário!
    Grande abraço,
    Drica.

    ResponderExcluir
  2. Eu também adoro uma releitura. Estou com vontade de conferir essa, mas não sendo muito fã da Bela e Fera. Pela sua resenha, as personalidades dos protagonistas são bem marcantes. Gosto de personagens inteligentes, com discurso afiado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Catrine
    Também gosto quando o amor é na medida certa. Isso torna o romance até mais envolvente.
    Gostei bastante de saber o que gostou, pois tenho muita vontade de ler esse livro. Sem contar que adoro um pouco de diversão nesses romances.
    Obrigada pela dica!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem? Fiquei contente em conhecer um pouco mais sobre esse romance, no ano passado ele foi muito comentado e coloquei ele na lista de leituras futuras com intuito de conhecer a obra, ainda tenho muita vontade de lê-lo, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Catrine, tudo bem?
    Amo o gênero, amo Eloisa James, mas este ainda não li! Está na minha lista, só faltou tempo mesmo! Apaixonada do jeito que sou por romances de época tenho certeza que vou amar! Amei sua resenha e dica na lista!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito de releitura e essa resenha me deixou mais interessada, ainda!! É muito bom quando a história é envolvente e divertida, o prazer pela leitura se torna maior!

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tudo bom?
    Já ouvi falar desse livro e sou louca para ler ele, tanto que esta nas minhas metas literárias de 2018, amo esse gênero, acho super agradável a leitura dele.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  8. Oi Catrine.

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, pois todas as resenhas que li mostram que a história é envolvente. A sua resenha aumentou minha vontade e não restou dúvidas que preciso conhecer a série completa, porque além de envolvente parece ser bem divertida. Dica anotada e parabéns pela resenha.

    Bjos
    Histórias Existem Para Serem Contadas

    ResponderExcluir
  9. Eu também gosto de releituras. Quando a Bela Domou a Fera é um livro que sempre vejo críticas positivas, da construção bem elaborada dos personagens aos diálogos, o mais difícil numa obra.

    ResponderExcluir
  10. que bom que a leitura foi maravilhosa e envolvente pra vc...particularmente nao aprecio mto releituras e ainda mais quando se trata de uma história que não curto, que é o caso de A bela e a fera... mas enfim, questão de afinidade mesmo...bjs...

    ResponderExcluir
  11. Olá Catrine!
    Mulher, esse livro está na minha lista de leituras desde o lançamento, mas ainda não tive oportunidade de conferir. Sua resenha me deixou bem empolgada para realizar a leitura, eu adoro clichês surpreendentes rs' Que bom que não ficou uma coisa chata e tal, são tantas releituras que as vezes desanima rs' fiquei ainda mais animada para conferir!

    beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Tudo bom? Eu adoro releituras e esse livro sempre que vejo uma resenha fico doida para ler.
    Se bem que sua resenha vai acabar me fazendo comprar ele por ter lhe envolvido tanto.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu amei esse livro *-*
    Eu adoro uma releitura de conto de fadas, mas esse? Virou meu queridinho. E já me ganhou de cara nas primeiras frases, com o jeito todo da mocinha e com o mocinho "a lá" Dr. House não tinha como não torcer por eles, não amar o livro e não ficar com vontade de mais desses dois. A troca entre os dois é o melhor de tudo!
    É um dos meus queridinhos *-*
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade, mas com respeito.❤❤

Layout por: Adorável Design