8.2.18

Resenha | A Vadia - Gislaine Oliveira

Título: A Vadia | Autor(a): Gislaine Oliveira
Gênero: Literatura Nacional - Young Adult
Páginas: 220 | Adicione no Skoob
Avaliação:
Sinopse: Esta não é uma história de amor comum, destas que você está acostumado a ler. Existe a menina boazinha? Sim! O menino bonzinho? Sim! A menina invejosa que quer separar os dois? Claro! Então o que é que esse livro tem de tão especial? Você já vai descobrir.
Esta história não será contada por um narrador desconhecido, nem pelo casal apaixonado. Contrariando todas as expectativas dos românticos de plantão, quem contará a história será ela: A Vadia.
Apresentações não serão necessárias. Você já conhece A Vadia. A garota alta, loira, peituda e fútil. Ela é a rival, a arqui-inimiga da garota tímida e do bem por quem o cara se apaixona. A piranha que dá em cima do mocinho e que também abandona um namorado só porque ele é pobre.
Você já conhece esta trama. Mas deve saber que toda história tem dois lados. Você já conhece um. Agora vai conhecer o outro!
Resenha
A Vadia. Um título que, de início, assusta, mas que é perfeito para a história. Apesar de parecer ser algo meio hot/erótico (eu mesma já pensei que fosse), passa longe disso. Já te conto o porquê de “A Vadia”!

Sammy é uma garota normal, não era popular no colégio e nem valorizava isso tanto quanto os outros. Contudo, mesmo sem querer, passou a ser. Após terminar o namoro com Luis Henrique, um garoto negro, surge Lucas, um colega (comprometido, aliás!), a convidando para saírem juntos – sem deixar passar a oportunidade de ofender mais uma vez seu ex. Como se ela fosse aceitar sair com um otário, machista, racista... Nem em seus sonhos mais loucos!

Porém, o idiota não entendeu e nem aceitou seu não, e foi aí que tudo começou. O “não” de Sammy foi o suficiente para o revoltadinho do Lucas decidir espalhar para todos na escola fofocas mentirosas a respeito da garota. E foi assim que ela se tornou A VADIA. Depois disso, não parou, e tudo passou a ser um motivo para ela ser “ainda mais vadia”. 
“Você já conhece a história. Mas deve saber que toda história tem dois lados, não sabe? Você já conhece um. Deixe-me contar o outro.”
Resumindo, é disso que a história trata. Não me aprofundarei em relação à trama para não estragar a leitura de futuros leitores. Vamos ao que achei da leitura!

Apesar das boas expectativas que eu tinha em relação ao livro, A Vadia foi uma imensa e ótima surpresa para mim por vários motivos: por abordar assuntos importantíssimos como bullying, fofoca, machismo, padrões que sociedade impõe, racismo... Tudo de uma forma bastante natural (em que entendemos que aquilo pode acontece e acontece sempre ao nosso redor; e, infelizmente, na maioria das vezes, passa como comum e aceitável) e, ao mesmo tempo, reflexiva.

Mostrando esse outro lado, o da “vadia”, o leitor passa a ver o que antes não via, ou a enxergar de outra forma. Foi um baita soco no estomago até para mim, que já simpatizo com as causas contra os preconceitos e a não aceitação.
“Quando a gente para e escuta o lado do outro, fica muito mais fácil compreende-lo.”
Tudo é bastante real na trama, desde as situações, aos fatos, às reações, aos diálogos super bem feitos etc. Bem construídos também foram os personagens da história; alias, não tem como não admirar a Sammy, por sua força, coragem, empatia... e aos seus pais, por amar e apoiar antes de cobrar e julgar.

Essa foi minha primeira experiência com a escrita da autora que, por sinal, achei ótima – leve, envolvente, divertida, mesmo com a abordagem de temas sérios. Rapidamente me senti envolvida pela história; senti a dor e a raiva que a situação me fez sentir, mas também a coragem e inspiração de Sammy. 
“Todos os dias, uma menina é chamada de vadia. É vadia porque saiu com um cara na primeira noite, é vadia porque usa roupas curtas, é vadia porque... porque... porque... são tantos porquês que todas nós um dia seremos vadias da vez.”
Por falar em inspiração... Acredito que inspirador é uma das palavras que melhor caracteriza esse livro, principalmente para as mulheres. A Vadia nos mostra que devemos ser nós mesmas, e não seguir padrões que não queremos seguir em troca de aceitação, independente do que pensem da gente. Também que devemos lutar a favor dos nossos direitos e contra o preconceito e o desrespeito – mesmo não sendo nós a passar por elees . Esse é um livro que indico a todos, sem nenhuma exceção. Parabéns a autora!
“Ninguém pode ficar com ninguém por pena, obrigado ou se sentindo pressionado.”

18 comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Quero muito ler, está na minha lista de leitura desde o ano passado e vamos ver se este ano desencanta! Adorei sua resenha, acredito mesmo que o livro é bom, a autora é uma fofa e desejo muito sucesso a ela!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Espero que consiga ler. Vale muito a pena! <3

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Já vi este livro por aí, até tenho ele na Amazon, mas ainda estava receosa, sem saber se lia ou não. Depois da sua resenha cheguei a conclusão de que eu preciso ler esse livro. Ótima resenha! <3

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Desde o lançamento do livro que eu tenho curiosidade com ele, parece ser uma boa leitura e gostei de ver a sua resenha sobre a obra e saber a sua opinião com a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mata essa curiosidade! hahahha Super indico.
      Que bom que gostou. <3

      Excluir
  4. Realmente o título assusta, mas os assuntos abordados mostra ser um grande leitura, ainda mais quando isso é feito de forma natural e com direito a soco no estomago. Quero ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é mesmo uma grande leitura. Passa várias mensagens importantes. <3

      Excluir
  5. Olá Catrine, tudo bem?
    Não conheço esse livro, mas estou com um projeto de ler mais livros nacionais esse ano e conhecer autores novos, apesar de não ser o meu gênero literário favorito, sua resenha foi muito bem escrita e tenho certeza que inspirou muitos leitores a conhecerem o livro.

    Beijos e abraços da Vivi
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Vi! :) Sucesso com seu projeto!
      Obrigada! <3

      Excluir
  6. Menina esse título me deu um choque e fiquei tentando similar com a capa hahaha. Gostei da proposta e acredito que deve ser bem interessante.

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Gostei muuito dos assuntos levantados e das reflexões suscitadas pelo livro, mas admito que é o tipo de livro que eu teria que estar no clima para ler porque me faria passar muita raiva. Essas fofocas e o bulling, já me imagino querendo entrar no livro para brigar com alguns personagens...
    Adorei a resenha e a dica.
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, faz a gente passar umas raivinhas mesmo. kkkkk Mas vale a pena!

      Excluir
  8. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, mas gostei muito da forma como você trouxe os pontos que mais te chamaram atenção dentro dessa trama. Adoro leituras que me fazem refletir sobre o ser humano e as mazelas da vida.
    Me agradaria realizar essa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! <3
      Também gosto bastante desses livros que coloca a gente pra refletir.

      Excluir
  9. Oi, Catrine!
    Eu esperava uma temática diferente sobre esse livro e me surpreendi. Achei super interessante e me interessei por essa leitura. Uma pena que esse tipo de situação acontece muito ainda hoje.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Olá Catrine,
    Eu já tive a oportunidade de ler esse livro e me encantei completamente com ele. A Gi pegou uma história maravilhosa e nos fez pensar demais em tudo o que fazemos. Sua resenha soube descrever muito bem a trama e fiquei muito feliz por você ter dito que o livro é inspirador. Eu não tinha encontrado ainda essa palavra para descrevê-lo e você fez isso com maestria.
    Amei sua resenha.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita, espero que tenha gostado!
Opiniões, sugestões, críticas... fiquem a vontade, mas com respeito.❤❤

Layout por: Adorável Design